Localizado entre a Marginal Pinheiros e as avenidas Pedroso de Moraes, professor Frederico Hermann Júnior e a rua Paes Leme, o Baixo Pinheiros é o mais novo polo gastronômico de São Paulo, e seu surgimento nos ensina muito sobre reurbanização e, principalmente, da força da mobilização de empreendedores para fortalecimento dos negócios em uma região.

É certo que o metrô teve grande papel no seu desenvolvimento, com o surgimento das novas estações da linha amarela. A reurbanização do Largo da Batata poderia ter ajudado mais neste processo,  mas um projeto confuso, que gerou um grande espaço de áreas calçadas ainda sem organização, é um exemplo de como perdemos espaços em nossas cidades.

Infood pinheiros (28 de 29)
As estacões de metrô e o terminal de ônibus  impulsionaram o desenvolvimento do bairro

É bom lembrar que pesos pesados da gastronomia paulistana escolheram a região para lançar filiais, o caso de Pizzaria Braz, o Pirajá, e mais recentemente a  Churrascaria NB Steak. Não devemos descartar seu papel na impulsão da região para a gastronomia, mas o fato é que, nos últimos meses, um grande número de negócios como bares, restaurantes, doceiras, padarias, espaço de eventos  e até um açougue premium ajudam a compor os espaços desta região. Listamos 16 empreendimentos, 6 deles inaugurados no ano passado e pelo menos 2 este ano, mas é fato que nosso levantamento está deixando de fora alguns empreendimentos que não conseguimos identificar.

Infood pinheiros (14 de 29)A Pizzaria Bráz está no bairro há 15 anos

A Infood conversou com dois empreendedores para entender um pouco desta mudança que valoriza a região e dá respaldo para o lançamento de novos empreendimentos. A mudança do perfil  da tradicional Rua Paes Leme, antes caracterizada por um forte comércio de madeiras e materiais voltados à prática da marcenaria, vem dando espaço para o desenvolvimento de empreendimentos imobiliários, tanto comerciais como residenciais, que vão dar o toque final para este bairro.

nb_steak_baixo_pinheirosA filial da NB Steak foi inaugurada na região em maio de 2014

Em termos culturais, a região é provida do Instituto  Tomie Ohtake, de uma unidade do Sesc, e do Centro Brasileiro Britânico.

Infood pinheiros (7 de 29)Instituto Tomie Ohtake reúne espaço para exposição e um teatro

Assim como o bairro de Pinheiros propriamente dito, que tem uma intensa vida cultural e gastronômica, em pouco tempo, as ruas pacatas de uma região mais conhecida como “Baixo Pinheiros” acabaram por se tornar em um agitado espaço com várias opções gastronômicas.

O bairro de Pinheiros sempre foi um bairro muito rico em oferta gastronômica, porém, de uns 5 anos para cá, mais pessoas apostaram no bairro, com ideias originais, o que mantém  o DNA da região”, diz Stefano Tarantino, do Vinil Burger, que está na região desde outubro de 2013, ao comentar sobre o crescente interesse pelo Baixo Pinheiros.

Vinil BurgerVinil Burger está no bairro deste outubro de 2013

 

Andando pelas ruas da região, podemos perceber que, por ali, opções é que não faltam. Cada vez mais, surgem restaurantes, docerias, lanchonetes e bares, que conquistam um público cativo. Nos últimos anos, coincidentemente após a chegada das estações de metrô nas redondezas, a oferta de restaurantes na região cresceu bastante. A maioria dos estabelecimentos do local está localizada em antigas casas familiares, e são espaços bastante acolhedores, oferecendo comida de qualidade com um bom custo-benefício.

lanchonete_da_cidade_baixo_pinheirosLanchonete da Cidade chegou à região em dezembro de 2014

Caio Bortman, do açougue premium The Butcher, acredita que  “o Baixo Pinheiros está ficando cada vez mais completo”. Porém, ao comentar sobre o desenvolvimento da região,  “ainda há alguns pontos que devem ser melhorados, principalmente a infraestrutura elétrica da região” completa Caio, que está estabelecido no local desde maio de 2014.

Infood pinheiros (18 de 29)O acougue  The Butcher amplia as opções de serviço em gastronomia

Um grupo de 15 proprietários de estabelecimentos da região  criou um blog para mostrar tudo o que é oferecido ali, o www.baixopinheiros.com.br.  O projeto fortalece a região, dando força ao conceito do “Baixo Pinehiros, uma boa amostra do potencial que pode ser gerado quando empreendedores unem forças para o bem comum. Ganham consumidores e ganha a cidade de São Paulo. São eles: Bràz Pizzeria, Bolo à Toa, Brigadeiro Doceria & Café, Chácara Santa Cecília, Confeitaria Dama,  Dô Culinária Japonesa, Ella, Forquilla, Le Repas Bistrot, Nina Veloso Patisserie, Bar Pirajá, Ruella Bistrô e Vinil Burger.

baixo_pinheiros

A mais nova casa do Baixo Pinheiros, inaugurada neste mês de agosto, foi uma unidade do restaurante libanês Manish, que fica a menos de 140 metro de uma das mais antigas e tradicionais casa da região, o Bráz Pizzaria, no bairro há 15 anos. A próxima novidade será a confeitaria Seducci, que deve ser inaugurada em breve.

seducci_confeitaria_baixo_pinheirosA Seducci Confeitaria, ainda não inaugurada, é uma das novidades da região

 

ALGUNS ESTABELECIMENTOS DO BAIXO PINHEIROS E SUAS DATAS DE INAUGURAÇÃO:

– Bráz Pizzaria – inaugurada no ano de 2000

– Chácara Santa Cecília – inaugurado no ano de 2002

– Nou Restaurante – inaugurado em outubro 2008

– Dama Confeitaria – inaugurada em Pinheiros em fevereiro de 2011

– Le Repas – inaugurado em maio de 2011

– Ruella Bistrô – inaugurado em agosto de 2011

– Forquilha – inaugurado em junho de 2013

– Vinil Burger – inaugurado em outubro de 2013

– Brew Dog Bar – inaugurado em janeiro de 2014

– Makanudo – inaugurado em maio de 2014

– NB Steak – inaugurada em em maio de 2014

– The Butcher – inaugurada em maio de 2014

– Oui Restaurante – inaugurado em agosto de 2014

– Lanchonete da Cidade – inaugurada  em dezembro de 2014

– Manish – inaugurado em agosto de 2015

– Seducci Confeitaria – a ser inaugurada em breve

 

Por Redação
Fotos: Taís Pinheiro

 

Uma ideia sobre “A região do “Baixo Pinheiros” cresce na gastronomia”

  1. Thiago disse:

    Seducci Confeitaria inaugurada… Uma delicia, bolos e doces deliciosos, preço e atendimento excelente.

Deixe uma resposta

Desmistificando a cadeia fria na gestão da qualidade dos alimentos

Publicidade
Publicidade

Para receber a newsletter Infood, digite seu e-mail no box abaixo e clique na seta.

© 2017 Infood - Todos os direitos reservados