Na última semana, a convite do Instituto Ata, a INFOOD esteve no lançamento de dois livros dos índios Yanomami no Mercado de Pinheiros em São Paulo. O projeto revela a paixão de Alex Atala pela cultura brasileira, seu ingredientes e nosso povo.

As publicações são parte de um trabalho de pesquisadores Yanomani na região  do Awaris, no extremo  oeste de Roraima, em parceria com  o Instituto Socioambiental (ISA), a Hutukara  Associação Yanomami (HAY) e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Lançamento dos dois primeiros volumes da Enciclopédia dos Alimentos Yanomami (Sanöma)Coletiva reuniu os pesquisadores Yanomami no Mercado de Pinheiros

Alex Atala nos falou da importância deste trabalho: “Hoje, aqui, sonhamos com a emissão de uma mensagem que nos leve a conhecer mais a Amazônia e sua biodiversidade”. Os cogumelos Yanomami são um produto do sistema agrícola daquele povo. Um mix de mais de 10 espécies, resultado de um profundo conhecimento da ecologia e do seu ambiente, um conhecimento que alimenta e mantém a floresta em pé.

Os dois livros lançados compõem o projeto da enciclopédia Yanomami, inédita no Brasil, fruto do trabalho de cientistas a pesquisadores indígenas. É impossível separar gastronomia da cultura. A identidade da gastronomia brasileira passa pelo uso de insumos nativos, e seu uso garantirá a diferenciação de nossas receitas.

cogumelo_yanomamiCogumelo Yanomami, um mix de 10 espécies

Os livros não estão à venda, mas é possível adquirir seu exemplar ao se filiat ao ISA. Os primeiros 50 interessados que se filiarem ao ISA receberão um exemplar de cada livro.

Desde 2008, o ISA  atua com o povo Yanomami, um grupo indígena com pouco contato com a população não indígena por habitarem numa área localizada em florestas de altitude no Amazonas.

No Brasil temos um conhecimento muito pequeno sobre os cogumelos brasileiros. “Quando escrevi meu primeiro livro, eu sonhava ver cogumelos brasileiros sendo utilizados, mas havia pouca informação disponível sobre eles naquela época”, completa Alex Atala.

Quando o cogumelo Yanomami é comprado, além do benefício direto para o consumidor, pois trata-se de um produto de alta qualidade, estamos garantindo  a preservação de uma nova geração de índios Yanomami, que vão manter sua cultura, suas práticas e assim preservar a própria floresta.

Lançamento dos dois primeiros volumes da Enciclopédia dos Alimentos Yanomami (Sanöma)Os cogumelos Yanomami são vendidos no box do Instituo Ata no Mercado de Pinheiros em São Paulo

O antropólogo Moreno Saraiva Martins dá uma dimensão da importância deste trabalho para o povo Yanomami: “Ana Amapä: Cogumelos Yanomami é o primeiro livro sobre cogumelos comestíveis brasileiros. O trabalho reúne a experiência indígena e o conhecimento científico”. A publicação reconhece e reforça a contribuição do modo de vida indígena para a preservação da floresta e da sua biodiversidade.

ana_amapo_cogumelos_yanomamiO livro de Cogumelos da Enciclopédia dos Alimentos Yanomami

Já o livro ‘SalakaPö : Peixes, Crustáceos e Moluscos’ tem registros e análises dos conhecimentos do povo Yanomami sobre temas essenciais do cotidiano das comunidades Awaris, como as pescarias, as caçadas e as roças. “Os livros são 5 anos de trabalho, e são um marco, pois é a primeira vez que um livro foi publicado na língua Yanomami”, conta Moreno.

salaka_po_peixes_crustaceos_moluscos_enciclopedia_yanomamiPescaria, caçadas e roças no livro ‘Peixes, Crustáceos e Moluscos’ da Enciclopédia dos Alimentos Yanomami

Hoje já é possível encontrar os cogumelos Yanomami, que são vendidos em duas opções no box do Instituto Ata no Mercado de Pinheiros em São Paulo.  “A proteção da floresta e da biodiversidade, dos rios passa pela preservação do homem que habita estas florestas”. É assim que trabalha o  cozinheiro Alex Atala, garantindo que as comunidades mantenham sua cultura e seu vinculo com sua terra.

É muito fácil para um cozinheiro se apropriar do cogumelo Yanomami. Na verdade, eu espero que os cozinheiros dêem uso para este ingrediente, pois o uso garantirá o poder vitalício deste produto e das novas gerações Yanomami” argumenta Atala.

As receitas  incorporam ingredientes e potencializam seu consumo. O sucesso destes pratos acabam potencializando o uso destes insumos. Foi assim durante toda a história da gastronomia. Os produtos transformaram-se em grande sucesso de consumo, de venda, e assim ganharam as cozinhas de todo o mundo.

Lançamento dos dois primeiros volumes da Enciclopédia dos Alimentos Yanomami (Sanöma)Os pesquisadores Yanomami, Nelson  Menolle Júnior, Alex Atala e Moreno Saraiva Martins

Ainda buscamos a identidade de nossa gastronomia. Nos últimos anos houve um grande destaque para nossa cozinha e para nossos cozinheiros, mas é preciso que as novas gerações pesquisem mais e busquem novos insumos. Precisamos trazer para o dia a dia dos restaurantes um pouco mais da nossa biodiversidade. “Ainda existe muito do Brasil que os próprios brasileiros desconhecem. Os cogumelos Yanomami são uma prova disto” finaliza Atala.

 

Serviço: 
Livros:
Ana Amapä: Cogumelos Yanomami
SalakaPö : peixes crustáceos e moluscos
Para adquirir:  Os primeiros 50 interessados que se filiarem ao ISA receberão um exemplar de cada livro, para concluir o processo de filiação, é preciso enviar um e-mail ao filiacao@socioambiental.org confirmando sua filiação, com o título “Filiação mediante Livros Yanomami”.
ISA: Instituto sócioambiental
site – https://www.socioambiental.org/pt-br
Instituto ATA
site – http://www.institutoata.org.br/pt-br/home.php

Redação

Fotos - Cláudio Tavares 

Uma ideia sobre “Alex Atala: “O cozinheiro dá uso ao ingrediente e garante o poder vitalício do produto””

  1. Um trabalho de uma vida inteira!
    Impossível dissociar Alex Atala de trabalho em busca da identidade da gastronomia brasileira. Mais impossível ainda é pensar que um cozinheiro como ele deixaria esse trabalho incompleto.
    Atala nos ensina que precisamos nos reconhecer como cozinheiros através de nossas raízes, por isso, há anos ele realiza suas pesquisas diretamente nas aldeias indígenas da Amazônia e de lá extrai conhecimento e cultura, que faz questão de repassar a quem quer e possa se interessar.
    Mais uma grande empreitada desse gênio da cozinha, parabéns!!!

Deixe uma resposta

Buzina se prepara para ter ponto fixo

Publicidade

Publicidade
-->
-->

Para receber a newsletter Infood, digite seu e-mail no box abaixo e clique na seta.

© 2017 Infood - Todos os direitos reservados