As faculdades e universidades que oferecem o curso tecnológico em gastronomia de formação básica podem oferecer também a continuidade de estudo com pós-graduação.São centenas de opções de temas, com cargas horárias diferentes, valores para encaixar no bolso de quem pretende ter ao menos uma especialização Lato Sensu.

Vamos falar sobre os principais temas abordados nesses cursos de pós-graduação, sua carga horária e preços.

Existe um verdadeiro cardápio completo com os mais variados temas à disposição dos alunos recém-formados, que querem ou precisam continuar seus estudos. Em minhas pesquisas, achei mais de 100 temas e separei 14 deles que demonstram bem o quanto o aluno pode ficar completamente perdido ao tentar fazer uma escolha: não porque faltem informações nas páginas dos sites das faculdades e universidades, mas porque alguns conteúdos são tão amplos que se pode perder o foco. Veja abaixo os temas dos cursos:

 

Cozinha Avançada – Tecnologias e ciências aplicadas à gastronomia

Cozinha Brasileira

Gestão de Negócios em Serviços de Alimentação

Gestão de Serviços de Alimentação

Gastronomia e Negócios em Alimentação

Gastronomia Funcional

Alta Gastronomia

Docência em Gastronomia

Desenvolvimento de Produtos e Saúde

Gestão de Serviços de Bebidas

Gestão Hoteleira, eventos e gastronomia

Enogastronomia

História da alimentação

Gestão da Segurança de Alimentos – (EAD) à distância.

(*) Nota: Em minhas pesquisas achei apenas um curso oferecido à distância (EAD), essa modalidade tem dois aspectos que precisam ser avaliados, sendo um positivo: ajuda o aluno a ter acesso ao conhecimento em locais distantes onde não há campus em que se possam tomar aulas presenciais; e outro negativo: que pode dificultar ainda mais o aprendizado, caso não haja supervisão feita pelas instituições.

A lei que regula cursos de pós-graduação é omissa nesse ponto e não determina que tais cursos devam ser presenciais.

Os temas acima também representam os mais oferecidos e buscados atualmente no mercado. Os conteúdos são amplos e acabam deixando lacunas que serão respondidas em outros cursos ou então, no dia a dia, já que algumas experiências práticas servirão como complemento da teoria.

A educação está em constante mudança, ao menos no que diz respeito aos cursos e conteúdos oferecidos, as formas de ensino são baseadas no que determina a lei e, para uma formação universitária, deveria haver maior cuidado, principalmente para a profissão de gastronomia, que cresceu em procura e número de alunos muito mais do que 100% nos últimos anos. Dados mais recentes demonstram que as faculdades e universidades quadruplicaram a oferta de vagas na formação básica.

O aspecto positivo é que o acesso à informação foi ampliado de maneira grandiosa e o que era apenas um curso de formação profissionalizante antigamente, hoje se recebe o reconhecimento de formação universitária, valorizando a profissão. Os avanços no sentido de aumentar as grades curriculares e conteúdos refletem os esforços dos professores em trazer culturas, história, tradição e técnicas que antes só eram ensinadas na prática, quando havia oportunidade do profissional se envolver com equipes ou chefs que detinham esses conhecimentos.

Ainda estamos engatinhando nessa matéria no Brasil, mas estamos no caminho. É claro que há muito que ajustar até estarmos alinhados com cursos que oferecem formação Stricto Sensu, como os que existem fora do país, entretanto, já podemos dizer que nossos alunos não ficam mais na condição de meros aprendizes.

 

texto - Marcelo Santos

*Marcelo Santos (chefmarcelosantos@gmail.com) é chef de cozinha, professor de gastronomia, consultor de alimentos e bebidas e escritor e escreve para o site INFOOD às quartas-feiras

FORNO_FOGAO_CIA_CONSULTORIA_GASTRONOMICA

Uma ideia sobre “As opções e preços para todos os gostos e bolsos em cursos de pós em gastronomia”

  1. Bibiana disse:

    por acaso vc n teria os sites,ou pelo menos as cidades desses cursos?

Deixe uma resposta

Os sabores da gastronomia de Santiago do Chile

Publicidade

Publicidade
-->
-->

Para receber a newsletter Infood, digite seu e-mail no box abaixo e clique na seta.

© 2017 Infood - Todos os direitos reservados