A categoria cozinheiro revelação do Prêmio Infood busca valorizar o trabalho das novas gerações, e acaba sendo um termômetro da evolução do mercado. Esta é a única categoria com cinco indicados, pois assim mais divulgação para essas jovens promessas.

Cada indicado desse ano trouxe uma referência do seu trabalho. Profissionais que foram influências em sua carreira e/ou participaram ativamente de sua formação. Foram respeitados os envios de cada indicado, por isso as referências não são no mesmo número.

Cafira Foz

Eu conheço a Cafira há 10 anos e acredito que ela seja uma das maiores promessas da gastronomia para os próximos anos. Sem dúvida alguma é uma das maiores revelações de 2017 e o Fitó foi um presente que São Paulo ganhou.”  THIAGO CERQUEIRA – chef do Sympa

Perfil Cafira Fozhttp://infood.com.br/cafira-foz-e-sua-releitura-da-gastronomia-do-nordeste/

Thiago Bañares

Como definir um bom cozinheiro: acho que, para 90% das pessoas é trabalho, dedicação, talento. Eu acho que tem cozinheiros e cozinheiros. Sem dúvida que todos os cozinheiros têm que ter essas qualidades. E alguns têm outras coisas a mais: caráter, foco, objetividade, força de trabalho, saber liderar, e saber viver bem em grupo. Essas são as características que fazem do Thiago Bañares um cozinheiro excepcional. Essa é a minha palavra, essa é a minha experiência, essa é a minha vivência com ele durante alguns anos dentro da mesma cozinha.”  ALEX ATALA

Votem no nosso querido Thiago, que merece esse título pelo seu imenso esforço e qualidade profissional, bem como pela sua trajetória inspiradora, criando novos conceitos e mantendo nossas papilas gustativas aguçadas. Sempre esforçado nas aulas noturnas, ele batalhou muito para construir sua vida profissional e conquistar sucesso, inclusive após sua mudança repentina de carreira. O ex-aluno da FMU trabalhou em grandes estabelecimentos e aprofundou suas técnicas em diversas viagens a Nova York. Com um interesse crescente por novidades, autenticidade e mantendo tradições de Macau, terra de seu avô, ele tem uma das casas de noodles mais interessantes de São Paulo, completamente inovador no contexto  paulistano, que alia informalidade, criatividade, eficácia e sabor.” – CINTIA ALFIERI GAMA-ROLLAND – Coordenadora do Curso de Gastronomia da FMU

Perfil  Thiago Bañares – http://infood.com.br/thiago-banares-da-para-voce-ser-informal-e-ser-bom/

Marcelo Schambeck

Marcelo Schambeck tem muita verdade em sua cozinha. É um apaixonado, e consegue traduzir em seus pratos a energia boa que emana. É criativo, autoral, sensível e um pesquisador incansável. Hoje faz a melhor cozinha do Rio Grande do Sul, com certeza! Tudo em seu restaurante foi pensado, planejado, cada detalhe vem carregado de memória, afeto e simplicidade. Com certeza um dos melhores cozinheiros do Brasil!” – MARCOS LIVI – chef da Companhia de Gastronomia e Cultura

Pefil Marcelo Schambeck – http://infood.com.br/marcelo-schambeck-quero-trazer-o-olhar-do-brasileiro-para-a-gastronomia-do-rio-grande-do-sul/

Rafael Lorenti

Nesta edição do Prêmio Infood de Gastronomia, gostaria de recomendar o voto para um dos nossos queridos ex-alunos da Universidade Anhembi Morumbi que é sinônimo de inspiração para todos que hoje almejam inaugurar uma casa italiana em breve. Apesar de já ter experiência na cozinha há bastante tempo, principalmente por ter sua avó como referência culinária, Rafael é um chef revelação por conseguir transformar uma centenária padaria tradicional da família em um recanto moderno e contemporâneo, focado nas raízes do sul da Itália. Versátil e flexível, Rafael é ávido por conhecimento e está sempre se aprimorando. Ele busca insights por aqui e em todo mundo, principalmente porque ele entende que a profissão exige uma aprendizagem renovada e contínua.” – HELOISA RODRIGUES – Coordenadora do Curso de Gastronomia da Universidade Anhembi Morumbi

Perfil Rafael Lorenti – http://infood.com.br/rafael-lorenti-o-aprendizado-na-cozinha-nunca-tem-fim/

João Diamante

O João merece esse prêmio por toda a história de vida linda que ele teve até aqui. É impressionante sua entrega e dedicação à profissão desde que ele decidiu trilhar a carreira de cozinheiro. Dos tempos de Marinha, passando pela faculdade de gastronomia, a conquista do seu estágio na França, até assumir seu primeiro cargo como chef, ele sempre se superou diante dos desafios. E, por isso tudo, tão jovem, já conquistou tanta coisa bacana. O reconhecimento acaba sendo muito natural. Além disso, ele nunca se esqueceu de dividir conhecimento com quem não tem acesso a um curso ou faculdade. Muita gente cresce e acaba se esquecendo de olhar para trás, de lembrar como foi difícil a trajetória, e que muitas pessoas podem estar passando pelo mesmo. Ele sempre teve consciência disso, e montou um belo projeto para capacitar pessoas a ingressar no mundo gastronômico com consciência e ótima técnica. É lindo ver o João doar o pouco tempo que tem para esse projeto. Ele é uma revelação nesse nosso Brasil tão desigual.”  FLÁVIA QUARESMA

João Diamante é um chef talentoso, jovem, mas com base culinária certa. Apaixonado pelo trabalho, ele é exigente, responsável, determinado e criativo. Um bom líder na cozinha. Acho que a experiência dele na França foi determinante para entender como um chef deve agir, se comportar e se dedicar na profissão. Também é um chef generoso de coração, ponto para apoiar as associações beneficentes. Ele merece ser conhecido. Com certeza vai ser um chef que participará no desenvolvimento da imagem da gastronomia brasileira internacionalmente.” ROLAND VILLARD 

O chef João Diamante tem paixão, compartilhando e levando experiência, no dia a dia, para os futuros cozinheiros e cozinheiras de amanhã.” DAVID JOUBERT 

A votação do Prêmio esse ano já registra um recorde de votos, e a categoria cozinheiro revelação vem sendo a de maior disputa durante todo o período. Apesar do Prêmio nos levar a um vencedor, a relação de indicados demonstra que a grande vencedora é a gastronomia brasileira. Esses cinco jovens são uma pequena amostra do que a Infood vem observando no mercado nacional.

Perfil João Diamante – http://infood.com.br/joao-diamante-o-jovem-talento-do-restaurante-fazenda-culinaria/

 

Por Redação

Deixe uma resposta

Chef Meia Noite, do Capim Santo: “Não escolhi a cozinha: ela que me chamou”

Publicidade
Publicidade

Para receber a newsletter Infood, digite seu e-mail no box abaixo e clique na seta.

© 2017 Infood - Todos os direitos reservados