A capixaba Barbara Verzola comanda, desde fevereiro de 2010, seu restaurante de comida contemporânea Soeta, em Vitória do Espírito Santo.

Ela chegou a se formar em Direito, sem saber muito o que queria fazer da vida, mas um mês após sua formatura, já estava trabalhando na cozinha. Nunca cursou gastronomia: seu aprendizado foi na prática, além de estudar muito por conta própria.

Barbara foi uma das indicadas na categoria cozinheira revelação do prêmio Infood de Gastronômia 2016.

Antes de abrir seu restaurante, trabalhou em alguns restaurantes da Itália e no famoso restaurante espanhol El Bulli, do chef Ferran Adrià, onde conheceu seu atual sócio Pablo.

O restaurante Soeta, que no dialeto italiano vêneto significa coruja,faz um trabalho com produtos regionais e muita autenticidade, prezando a qualidade da comida e do atendimento.

Em entrevista à INFOOD, Barbara, que tem como sócios o chef equatoriano Pablo Pavón e a empresária Marly Farah, conta como é ter um restaurante fora do eixo Rio-São Paulo, fala sobre sua relação com os pequenos fornecedores locais do estado, e dá dicas para aqueles que pretendem ingressar no ramo da gastronomia.

soeta-2Fachada do restaurante Soeta em Vitória no Espírito Santo

INFOOD – Você é formada em Direito. Como foi decidir entrar para a gastronomia?

BARBARA VERZOLA – Eu entrei na faculdade de direito, sem saber muito o que queria fazer da vida, quando decidi ser cozinheira, foi natural, terminei a faculdade e fui seguir meu sonho. Me formei em dezembro em janeiro já estava trabalhando em uma cozinha.

INFOOD – Teve formação em gastronomia ou aprendeu na prática?

BARBARA – Aprendi na prática. Nunca fiz curso, mas sempre estudei muito por minha conta. O estudo também é muito importante nessa área.

INFOOD – Você trabalhou em restaurantes do Brasil e também no exterior. Quais as diferenças entre a culinária brasileira e a de fora?

BARBARA – A culinária é bem distinta, cada país tem uma cultura diferente. A forma de trabalhar também é bem diferente. No exterior, o trabalho é mais profissionalizado e muito mais rígido.

INFOOD – Seu restaurante Soeta está aberto há mais de seis anos. Quais as maiores dificuldades que enfrenta em seu próprio negócio?

BARBARA – As dificuldades são diárias! Todo dia queima uma lâmpada, um equipamento, quebra alguma coisa, um funcionário está com problema…

restaurante-soeta-barbara-verzola-infoodBarbara Verzola e Pablo Pavón se conheceram trabalhando no El Bulli

INFOOD – Como você definiria o Soeta?

BARBARA – O Soeta oferece uma experiência única em todas as ocasiões. É um restaurante que preza pela qualidade da comida e do atendimento, e tudo é feito com muito amor e dedicação por toda a equipe.

INFOOD – Você só trabalha com menu degustação?

BARBARA – O Soeta nunca trabalhou só com menu degustação. Sempre tivemos menu à la carte também. Nosso menu à la carte tem entradinhas individuais, entradinhas para compartilhar, e pratos variados nos principais. Além disso, trabalhamos com dois menus degustação, o Tradição e o Criativo.

INFOOD – Quais os critérios usados para conseguir seus fornecedores? Como é sua relação com eles?

BARBARA – Nosso critério é simples: precisamos de ótimos produtos com padrão e bom fornecimento. Então, vamos atrás disso: qualidade e seriedade dos fornecedores. Temos uma ótima relação com eles, principalmente porque a grande maioria são pequenos produtores do Espírito Santo.

soeta-cebiche-de-atum-com-chipotle-mini-milho-e-torrada-com-guacamole-e-ovas-de-capelinCebiche de atum com chipotle, mini milho e torrada com guacamole e ovas de capelin

INFOOD – Ter o restaurante fora do eixo Rio-São Paulo atrapalha?

BARBARA – Para o nosso restaurante, não atrapalha. Nosso objetivo é proporcionar um momento de alegria a quem vem ao restaurante. Então, não importa onde estamos. O importante é o cliente sair feliz!  Se tivéssemos escolhido ter um restaurante só de menu, provavelmente não conseguiríamos estando fora do eixo.

INFOOD – Quem são suas referências dentro da gastronomia?

BARBARA – Minha mãe, minha tia Giovana, o Danio Braga que foi minha primeira referência, Alex Atala, Jeffinho Rueda e, claro, Ferran Adrià.

Bife de chorizo com chimichurri e rosti de batata com banco, ricota e mini-tomates

INFOOD – Quais os seus planos para o futuro? Abrir uma filial do Soeta?

BARBARA – O Soeta é filho único, não vai ter filial nunca. Mas, quem sabe outro restaurante, com outro formato, um novo desafio….

INFOOD – Que conselhos daria para aqueles que pretendem ingressar no ramo da gastronomia?

BARBARA – Deixar a poesia e o sonho na estante um pouquinho e analisar friamente os riscos do negócio. Nunca podemos esquecer que um restaurante é um negócio, e um negócio muito duro e difícil… E, para quem quer ser cozinheiro, meu conselho é: ‘prepare-se, porque é uma vida muito dura. Mas, que para quem gosta, é uma cachaça das boas!’.

INFOOD – Como você concilia a vida de cozinheira com sua vida pessoal?

BARBARA – Para mim, essa conciliação é normal. Tenho essa vida há 15 anos, já me acostumei. Meu marido me conheceu no mesmo ano em que abrimos o Soeta, então, ele também está acostumado… Como somos 3 sócios, quando precisamos fazer alguma coisa, nos revezamos e, no final, da tudo certo.

restaurante-soeta-sala-interior-infoodSalão do restaurante Soeta

INFOOD – O que gosta de fazer quando não está cozinhando?

BARBARA – Nada! Amo não fazer nada, e ficar com minha família e amigos!

 

Restaurante Soeta
Rua Desembargador Sampaio, 332 – Praia do Canto – Vitória / ES
(27) 3026-4433
http://www.soeta.com.br/
https://www.facebook.com/restaurantesoeta
https://www.instagram.com/soetarestaurante/

 

Por Redação

Fotos: Divulgação

 

Uma ideia sobre “Barbara Verzola: “O importante é o cliente sair feliz!””

  1. Barbara, que legal!!!
    Parabéns por todo sucesso e coragem.

Deixe uma resposta

Chef Meia Noite, do Capim Santo: “Não escolhi a cozinha: ela que me chamou”

Publicidade
Publicidade

Para receber a newsletter Infood, digite seu e-mail no box abaixo e clique na seta.

© 2017 Infood - Todos os direitos reservados