facas em bom estado

Existem milhares de citações que definem o que é cozinhar, assim como dicas para obter o melhor resultado na cozinha. Mas, para chegar lá, é preciso antes de mais nada, conhecer as ferramentas de trabalho. É claro que todo cozinheiro tem as suas e alguns elegem as mais importantes. Entretanto, é senso comum que não ficam sem suas facas.

A presença desse instrumento é confirmada desde a Idade do Bronze (3300 anos AC) na Ásia Menor. A importância do mais antigo dos talheres foi registrada pelo filósofo estóico Posidônio ao narrar um festim na Gália em 97 AC.

Ao longo da história humana, as facas foram produzidas das mais diferentes maneiras em vária sociedades. Desde as pedras lascadas pelo homem primitivo, passando pelas facas produzidas a partir de pedaços de meteoritos ricos em fero, até as facas produzidas nos dias de hoje pela indústria moderna.

Conhecendo uma faca

 

Do que a faca é feita

Basicamente, todas as facas são compostas de aço inoxidável para a lâmina e rebites, e geralmente usam madeira ou materiais sintéticos como baquelite, poliuretano ou polipropileno para o cabo.

Existem facas feitas inteiramente de aço e outras derivações com facas feitas a partir da cerâmica e outros materiais.

Nomes e funções da faca

Seis cuidados para manter suas facas:

  1. Limpeza: até as facas de aço inox não são 100% inoxidáveis. Por isso, retire todos os resíduos de substâncias ácidas da lâmina, tais como sumo de frutas e legumes imediatamente após o uso. Manchas podem ser retiradas facilmente com detergentes comuns.
  2. Lavagem à mão: a lavagem manual é especialmente recomendável. Após o uso, limpe a faca sob água corrente morna. Se necessário, use detergente e uma esponja macia. Seque a faca imediatamente, do dorso para o fio, para evitar ferimentos.
  3. Riscos em cabos de metal: cabos de aço inox podem apresentar riscos e manchas de desgaste com o uso regular. Para retirá-los, esfregue lentamente um pano para foscar no local danificado.
  4. Evite usos inadequados: uma faca não é chave de fenda nem abridor de latas. Ela não é adequada para esses usos, pois a lâmina pode ser danificada e você pode sofrer um acidente.
  5. Use sempre uma tábua adequada como base: qualquer faca perde seu fio com o uso regular. Tábuas de porcelana, vidro ou metal não são adequadas, pois, com seu uso, as facas ficam cegas mais rapidamente. Uma tábua deve ser maleável e fácil de limpar. As tábuas de bambu são mais higiênicas do que as de plástico, pois a madeira possui ácidos naturais que são capazes de promover uma “auto-limpeza”. Apesar disso, lave sempre a tábua logo após o uso.
  6. Guarde as facas em local seguro: suas facas ficarão devidamente guardadas num bloco para facas ou numa maleta para facas, respeitando sempre quatro fatores: segurança, proteção do fio, limpeza e conforto.

 

Cuide bem de suas facas. Elas são a chave para o sucesso!

 

Texto: Marcelo Santos
Marcelo Santos atuou como chef de cozinha, professor de gastronomia, consultor de alimentos e bebidas e escritor.

 

 

Deixe uma resposta

Chef Meia Noite, do Capim Santo: “Não escolhi a cozinha: ela que me chamou”

Publicidade
Publicidade

Para receber a newsletter Infood, digite seu e-mail no box abaixo e clique na seta.

© 2017 Infood - Todos os direitos reservados