fly01_TOTVS

 

 

 

Depois de diversos meses sonhando com a abertura do seu restaurante, os sócios agora precisam pensar no plano de divulgação, em como vão trabalhar a comunicação e a promoção de seu empreendimento. Por menor que seja o seu negócio, por mais simples que seja sua operação, é muito importante pensar no público alvo e principalmente na região em que você vai atuar. Estes são os principais pontos que vão definir seu plano de comunicação.

Para começar seu trabalho de comunicação, ainda no projeto do restaurante Let’s Go Light, os dois sócios, Maurício Bakhos e Walter Santos  contrataram os serviços do diretor de criação Theo Basílio e de sua empresa Santo Padre Gerenciamento de Marca para desenvolvimento da identidade visual do restaurante.

Com a definição do período de operação em soft opening, o plano de comunicação do restaurante não é executado no primeiro momento de operação.

No Let’s Go Light ele é responsabilidade do Walter, que tem formação e experiência profissional em publicidade e marketing, mas é importante destacar que todos os envolvidos no projeto devem atuar neste período, para garantia do sucesso.

Lets Go light - SÓCIOS_Os sócios  Walter Santos e Maurício Bakhos no salão do Let’s Go Light

Esta é a 7ª matéria de um especial feito em oito partes, que acompanha o lançamento de um restaurante desde o seu início. Você pode acompanhar as matérias anteriores do projeto:  ideia, cardápio, escolha do imóvel ,projeto da cozinha,  gerenciamento da obra e a contratação da equipe. Nesta semana, vamos mostrar todas os cuidados para o trabalho de divulgação do restaurante.

Como montar o plano de divulgação do seu restaurante   – 7ª etapa da série

icones_divulgacao

1º passo: a criação da identidade visual do restaurante

A INFOOD ouviu o diretor de criação Theo Basílio, que nos contou como foi o processo de criação da marca do restaurante Let’s Go Light: “Quando o Walter me passou um briefing, ele era bem resumido, com poucas orientações. Eles já tinham o nome Go Light, que depois acabou se transformando em Let’s Go Light. A proposta não era um restaurante vegetariano, mas um restaurante de comida natural, para o público mais jovem, pessoas que gostassem de uma boa alimentação. Eu percebi que teria que fugir do tradicional. Não é um restaurante tradicional, percebi que poderíamos buscar algo mais descolado,  principalmente pelo público do bairro. É uma região de muitos escritórios, onde temos até mesmo muitas agências de propaganda“.

theo_basilioTheo Basílio, o diretor de criação contratado para criar a identidade visual do Let’s Go Light

Theo apresentou uma única solução, na verdade a solução que mais lhe agradou em tudo que estudou para o projeto. Perceba o impacto do público e da região do restaurante na evolução das ideias do criativo.

Reproduzimos a seguir quase todo o material que foi apresentado para os sócios, para ficar claro o cuidado da criação da identidade visual do restaurante. Estas peças são parte do manual de uso da marca. “Eu nunca apresento mais de uma opção de marca para o cliente, pois acredito que se eu não comprei aquela ideia, se eu não coloquei tudo, se ela não me serviu, ela não vai servir para quem está comprando”, conta Theo.

No projeto, Theo tem o cuidado de apresentar a marca no texto que acompanha o estudo: “A marca Let’s Go Light traz o conceito de um restaurante com alimentação saudável, onde as pessoas vão ter o prazer de se alimentar e se identificar. Para isso, buscamos um símbolo que pudesse representar a essência e equilíbrio. 

A forma mandálica pode ser encontrada em todo início, na terra e no cosmo: a célula, o embrião, as sementes, o caule das árvores, as flores, os cristais, as conchas, as estrelas, os planetas, o Sol, a Lua, as nebulosas, as galáxias“.

Theo demonstra a riqueza dos símbolos e sua relação com a identidade da casa: “Se observarmos o cotidiano a nossa volta, perceberemos estruturas mandálicas onde nunca pensaríamos haver, como no gostoso pãozinho ou no macarrão que comemos.

Começam com a massa que depois de amassada vira uma bola – mandala tridimensional – para crescer. O prato onde comemos tem a forma circular, e quando nos servimos formamos uma mandala colorida, que irá nos alimentar e nos nutrir, dando energia e vitalidade ao nosso corpo. A própria Terra foi formada por uma explosão de forma mandálica”.

mandala_Lets_go_lightO estudo da mandala para o logo do Let’s Go Light
estudo_de_cor_lets_go_lightA escolha das cores que vão ser usadas na identidade visual
estudo_de_tipologia_lets_go_lightA tipologogia, a família de letras que será usada na marca
tipologia_lets_go_lightA concepção da tipologia sem os elementos gráficos, a preocupação com a fácil leitura
marca_lets_go_lightA marca completa  e o texto que explica o conceito que apresentamos acima
estudo_de_aplicacao_3_lets_go_lightEstudo e aplicação da marca, mesmo para itens que ainda não serão lançados
estudo_de_aplicacao_1_lets_go_lightÉ importante entender como a marca pode ser usada em futuras aplicações

O cuidado dos sócios em buscar um profissional para desenvolver sua identidade visual faz uma grande diferença. Quando percebemos todo o estudo expresso no visual da casa, damos ao projeto o que se espera de uma marca, garantimos diferenciação e identidade.

A marca não é o trabalho todo de comunicação, mas ela é, em grande parte, o principal ponto de diferenciação. “Você está criando uma identidade, e isto tem a ver com a marca, pois a marca vende o conceito do restaurante. É muito importante ter um conceito claro“, explica Theo.

Perguntamos ao Theo quanto custa um trabalho como este, de criação de uma identidade de marca. O criativo nos explica que não é algo que pode ser colocado numa tabela, pois depende de uma conversa, de um orçamento: “É complicado falar de valor, mas é claro que  um pequeno restaurante também pode usar meus serviços. Eu recomendo um contato para pensarmos num orçamento. Eu também ofereço suporte para a decoração do restaurante. Neste caso não foi feito, pois eles tiveram uma boa orientação da empresa de arquitetura, mas algumas vezes o meu trabalho é maior“.

O importante é não economizar no projeto de criação da marca e no plano de comunicação. Existem alternativas de preço, com diferentes perfis de experiência de profissionais. Não deixe de desenvolver sua ideia.

2º passo: o aproveitamento da fachada do restaurante

No varejo, a fachada do prédio é muitas vezes a principal ferramenta de comunicação. Muitos negócios esquecem do potencial que ela tem na captação de novos consumidores.  No projeto da Let’s Go Light, você percebe a importância da marca na aplicação no prédio. Ela ajuda a identificar o restaurante e a sinalizar o projeto para os consumidores da região.

No caso do Let’s Go Light, foi exatamente a aplicação da marca na fachada do restaurante que começou o trabalho de conquista de público. “A partir da finalização da obra, começamos a ter clientes abrindo a porta e perguntando  se o restaurante já estava aberto”, diz Walter.

Uma demonstração clara que o cuidado com a criação da identidade da marca potencializa o trabalho de comunicação, e o quanto é importante escolher bem o ponto comercial do seu restaurante.

fachada_IDENTIDADEA fachada do restaurante com o logo e a lousa para divulgação do cardápio diário
fachada_depois_2O espaço para a lousa na fachada permite a oferta dos pratos do dia e mais acesso ao consumidor

3º Passo: a criação de uma página no facebook

Os sócios tiveram o cuidado de não começar o plano de comunicação durante o período de soft opening, pois queriam deixar a operação do restaurante se ajustar antes de enfrentar um grande volume de consumidores. A estratégia funcionou tão bem que até o momento desta matéria a página no facebook não está sendo usado como ferramenta de promoção do restaurante.

FACEBOOKA página do facebook do restaurante ainda nos primeiros dias de operação

Os sócios ainda não construíram um site para o restaurante. É bom que se diga que muitas casas nos dias de hoje estão deixando de ter um site tradicional e ficando apenas com sua página no facebook.

O facebook permite que se concentre todas as principais informações da casa e oferece maior facilidade para atualizações, podendo até mesmo ser usado para inserção de anúncios na região próxima ao seu estabelecimento.

Uma importante dica é que você pode adquirir uma endereço na internet, uma URL e, se decidir não criar um site no primeiro momento, você pode simplesmente direcionar os acessos para sua página no facebook.

4º Passo: início do plano de comunicação

Os dois sócios tiveram muito tempo para avaliar a concorrência e a região do restaurante Let’s Go Light. Durante este período, eles mapearam as empresas e puderam almoçar em vários concorrentes, observando suas ações de captação.

Eles já estão trabalhando com programas de desconto junto às áreas de recursos humanos das empresas da região e pretendem trabalhar com a distribuição de folhetos para ampliar o reconhecimento da marca para consumidores um pouco mais distantes do endereço do restaurante.

Um dado importante é que a correta escolha do ponto permitiu que os sócios tivessem um menor trabalho para conquista dos consumidores. A partir do período de soft opening, a casa passou a conquistar fregueses e a atingir os objetivos iniciais de volume de vendas planejados pelos sócios.

Algumas dicas para a montagem do plano de comunicação:

  1. Estudo muito bem o público do seu restaurante;
  2. Busque o apoio de profissionais para desenvolvimento de marcas, folhetos e anúncios;
  3. Adquira um endereço na internet, uma URL, que facilita a busca pelo seu restaurante;
  4. Tente fazer acordos com as empresas próximas do seu restaurante, oferecendo desconto;
  5. Converse com outros empreendimentos da região e busque ações conjuntas de divulgação;
  6. Crie folhetos que possam ser distribuídos para ampliar a geração de público;
  7. Crie promoções que ajudem a ampliar a experimentação;
  8. Use anúncios para ampliar o conhecimento do seu restaurante.
Serviço:
Santo Padre Gerenciamento de Marcas
Theo Basílio – theo@santopadre.com.br

 

Let’s Go Light
Endereço – Rua Surubim nª 478  – Broklin – São Paulo
 Facebook:  https://pt-br.facebook.com/letsgolightrestaurante/

 

Por Redação

Fotos – Fernanda Moura

 

Deixe uma resposta

Para uma nova gastronomia, uma nova escola

Publicidade
Publicidade
© 2017 Infood - Todos os direitos reservados