Finanças

A gestão financeira de um restaurante é sempre um problema para chefs e até mesmo para o restaurateur. Em muitos casos, sua formação não ajuda no desenvolvimento dessa parte do trabalho. O problema é que, em um país como o nosso, contar com uma boa gestão financeira pode ser a receita para ganhar dinheiro com o seu negócio.

A INFOOD reuniu todas as matérias que fizemos sobre o tema nesta página, facilitando seu trabalho e sua consulta Sabemos que você prefere gastar seu tempo na cozinha e na preparação de seus pratos, mas recomendamos que dedique um tempo especial para a gestão financeira do seu empreendimento.

Como definir preços de restaurante

Você sabe como definir preços de restaurante?

Muitos bons negócios no ramo da alimentação acabam por uma simples razão: ao final do mês, as despesas superam as receitas. Uma equação simples, mas ao mesmo tempo muito complexa. Para apresentar os principais conceitos por trás da precificação, imagine que vamos abrir um bar que só vende Coca-Cola.

Leia mais: http://infood.com.br/saiba-como-definir-precos-de-restaurante/

Como calcular o custo de venda de uma massaComo calcular o custo de venda de uma massa?
Pergunte ao especialista é uma seção da INFOOD que tem como objetivo ajudar você e seu negócio. Pergunta: Vejo sempre seus artigos e acho interessantes, mas gostaria de ver o de hoje, “avaliação de custo de venda”, tendo como modelo um produto fabricado pelo restaurante, por exemplo, massas. Pode ser? Nesta formulação entram custos que não se têm como medir (gás, sal, água, mão de obra/operacional).
A cozinha na pota do lápisAs contas da sua cozinha na ponta do lápis

Quando se fala em administrar uma cozinha profissional de qualquer tamanho, uma das primeiras dificuldades que todos encontram é saber qual a fórmula certa a ser usada para manter as contas da sua cozinha controladas.Pretendemos mostrar para leigos e administradores experientes que manter as contas controladas não requer uma fórmula mágica. Apenas atenção e dedicação aos detalhes, pois é a partir desse controle que se pode manter nas rédeas o coração da operação de um negócio gastronômico.

Leia mais: http://infood.com.br/as-contas-da-sua-cozinha-na-ponta-do-lapis/

Preço final ao consumidor e promoçõesComo planejar o preço das promoções no seu restaurante

Muitas vezes os restaurantes definem o preço das promoções com sugestões do dia ou combinados em que o valor cobrado engloba prato principal, sobremesa e uma bebida para atrair clientes. Nestes casos, o preço é menor do que o do cardápio, pois a promoção consegue estabelecer vantagens tanto para o consumidor (que pagará menos pelo prato consumido) quanto para a empresa (que poderá oferecer produtos parados em seus estoques).Agora vamos fazer as contas de quantos dias uma empresa trabalhou, quantos pratos ela produziu e o valor médio final ao consumidor por cada prato vendido. Vale lembrar que os números aqui demonstrados são hipotéticos.

leia mais: http://infood.com.br/como-planejar-o-preco-das-promocoes-no-seu-restaurante/

sopa de letrinhas da contabilidade e controleA sopa de letrinhas da contabilidade para restaurantes

Siglas, segundo a definição no dicionário, são o conjunto de letras isoladas que identifica palavras que podem definir desde ações, controles e até órgãos e empresas entre outras aplicações possíveis. Muito usadas em controles financeiros, de contabilidade e de controle, as siglas acabam se tornando essenciais para a administração profissional de qualquer tipo de negócio, e quando se trata da contabilidade para restaurantes as siglas podem revelar o estado de saúde do negócio ou prever sua durabilidade, sua rentabilidade ou prejuízo e até mesmo quais atitudes tomar para melhorar os números, fazendo crescer e estabilizar a empresa.

Leia mais: http://infood.com.br/a-sopa-de-letrinhas-da-contabilidade-para-restaurantes/

como aumentar a lucratividade de um restaurante

4 dicas para aumentar a lucratividade de um restaurante

Não importa quão bem o seu restaurante esteja, você sempre pode melhorar. Aparar custos e aumentar a sua receita são dois caminhos que podem fazer o seu negócio mais rentável. No entanto, se essas ações fossem tão simples, todo mundo seria capaz de operar um restaurante de sucesso.

Leia mais: http://infood.com.br/como-aumentar-a-lucratividade-de-um-restaurante/

margem de lucro ideal para seu negócio

Qual é a margem de lucro ideal para seu negócio?

Margem de lucro ideal para seu negócio. Você sabe qual é?

Margem de lucro. Essa palavra assusta grande parte dos empreendedores no ramo de alimentação. Todo empresário gastronômico preocupa-se com a sua margem, cuja principal função é gerar lucros para a empresa e otimizar as vendas dos produtos.

Leia mais: http://infood.com.br/margem-de-lucro-ideal-para-seu-negocio/

gestão financeira

O chef precisa se preocupar com a gestão financeira?

É óbvio que comprar bem significa conseguir bons preços dos fornecedores e qualidade nos produtos. Porém, a lição não pode ficar apenas no papel: é necessário que ela seja aplicada. Selecionar pessoalmente os ingredientes, conferir a mercadoria, definir os preços do cardápio, negociar preços, forma de pagamento e entrega são algumas das atribuições de um chef.

Leia mais: http://infood.com.br/gestao-financeira-na-cozinha-o-chef-muito-alem-das-panelas/

antecipacao de rebiveis

Antecipação de recebíveis pode ser o ingrediente, mas não o prato principal

Quantas vezes já ouvimos as frases: ”tempo é dinheiro” ou “quem tem pressa come cru e quente”? Focando na realidade do negócio, se há tempo para esperar, o empresário pode se planejar melhor para obter dos fornecedores melhores ofertas. Se conseguir não incluir os recebíveis em custos rotineiros e a medida que for recebendo, não gastá-los e, sim, poupá-los por um certo período, poderá ter em mãos dinheiro para melhor negociação de preço/custo. Por outro lado, se há pressa, ou a necessidade do dinheiro para agora, paga-se o preço e juros altos.

Leia mais: http://infood.com.br/antecipacao-de-recebiveis-pode-ser-o-ingrediente-mas-nao-o-prato-principal/

fluxo_de_caixa_1

Qual é o papel do fluxo de caixa no seu restaurante?

Assim como o timer é uma ferramenta que orienta o chef a contar o tempo de uma refeição no forno, o fluxo de caixa é a ferramenta essencial que orienta o empresário e o auxilia a colher bons resultados financeiros, afinal, é ele quem controla todas as movimentações de dinheiro no caixa da empresa (todos os recebíveis e todos os gastos) durante determinado período de tempo no passado, facilitando o planejamento financeiro.

Leia mais: http://infood.com.br/qual-e-o-papel-do-fluxo-de-caixa-no-seu-restaurante/

linha de credito_3

Linha de crédito é um tempero ou ingrediente?

Existem receitas em que a cebola não é apenas um tempero a mais, ela é um ingrediente fundamental. Quando pensamos em uma linha de crédito, podemos estabelecer o mesmo paralelo: e é possível utilizá-la como um ingrediente somente quando a “receita” pede.

Leia mais: http://infood.com.br/linha-de-credito-e-um-tempero-ou-ingrediente/

queimado 3

Dívida é solução, é escravidão ou é deixar o prato queimar ?

Queimar um prato é inaceitável. Mas pode acontecer, caso fique mais tempo do que deveria no fogo, gerando prejuízo e mudando o foco para o reparo.  Tratando-se de dívidas, o prato queimado, ainda tem solução.Dívida é definida pelo dicionário como: “Dinheiro ou propriedade que uma pessoa é obrigada a pagar a outra”. Desde já está claro que não é solução, contudo, no mundo empresarial, pode ser uma estratégia planejada.

Leia mais: http://infood.com.br/divida-e-solucao-e-escravidao-ou-e-deixar-o-prato-queimar/

Perder uma estrela Michelin é motivação para reconquistá-la, diz Marcelo Fernandes

Publicidade

Publicidade
-->
-->

Para receber a newsletter Infood, digite seu e-mail no box abaixo e clique na seta.

© 2017 Infood - Todos os direitos reservados