Quando pensamos sobre o futuro das cozinhas e as inovações no nosso setor, não podemos deixar de falar no Grab and Go, destacado hoje nessa matéria.

A terminologia do Grab and Go  (Pegue e Vá) vem sendo muito utilizada, principalmente fora do Brasil, e agora nos últimos dois anos também vem sendo explorada, ainda bem timidamente, por alguns empreendedores no Brasil.

O QUE É O GRAB AND GO

O Grab and Go é constituído, em sua grande maioria, em locais de pequeno ou médio porte, pois não exigem grandes áreas para implantação. Eles estão sendo muito explorados em estabelecimentos comerciais, hoteleiros, supermercados, empórios, conveniências, clínicas, padarias, academias e restaurantes corporativos.

Deve necessariamente contar com serviço de alimentos prontos, selecionados, embalados, envasados, etiquetados, bem identificados e sempre com um ponto bem importante em destaque, que é a embalagem. Alem de ser bonita, bem dimensionada, ela deve preservar o alimento visível e termicamente controlada. Dependendo do alimento, exige uma atmosfera modificada ou gás inverte, ausência total ou parcial de gases e muitas vezes da própria luz.

Embalagem deve ser bonita, bem dimensionada, preservar o alimento visível e termicamente controlado

VANTAGENS DO SISTEMA

O Grab and Go tem muitas vantagens operacionais para quem implanta e muitas para quem usufrui do estabelecimento como cliente.

Os empreendedores da área de Food Service que trabalham com esse serviço conseguem fazer um pré preparo antecipado, controlar bem os ingredientes (custo e valor de venda), ter um shelf life (vida de prateleira) muito maior para os alimentos e fazer um atendimento muito mais rápido e, portanto, ter maior rotatividade.

Para os clientes que usufruem, espera-se um local com arquitetura moderna, convidativa e confortável. Também é preciso um serviço muito rápido com sabor que realmente cause a experiência, para que ele possa voltar e relembrar daquele espaço como um produto/serviço realmente diferenciado e padronizado.

Oferta de alimentos prontos

PROJETO RIO HOTEL BY BOURBON

Fizemos alguns projetos com esse tipo de serviço, tanto com restaurantes comerciais em São Paulo, como o projeto mais atual, para a nova bandeira midscale do Bourbon– Rio Hotel by Bourbon.

Participamos do projeto inicial do Resort Bourbon Atibaia e agora estamos com esse projeto ativo novamente, implantando novas áreas e melhorias no Sistema de Alimentos e Bebidas e, atualmente, estamos presentes também em algumas unidades da Rio Hotel By Bourbon.

A bandeira Rio atende hóspedes business e lazer e vem trazer serviços reduzidos, mas com prioridade no bem estar para os hóspedes, colaboradores, e cuidado com sustentabilidade e meio ambiente. Ele traz características marcantes na sua arquitetura, com cores e propostas inovadoras e descontraídas.

 

Projeto Rio Hotel by Bourbon aproveitando o conceito de Grab and Go

 

PROJETO GRAB AND GO BOURBON MARINGÁ

Desenvolvemos um projeto com o conceito Grab and Go  para o Bourbon em Maringá, no Paraná, em junho de 2017. O Hotel conta com 120 apartamentos, serviço de room service, salas de reunião e de convenções.

O hotel tem comunicação e acesso direto com um shopping e, nesse caso, hóspedes e visitantes têm facilidade em ter varias opções de refeições completas. Por isso instituiu-se o serviço de Grab and Go.

As áreas de retaguarda ocupam 3 pavimentos, sendo: térreo  com cozinha, restaurante e Grab and Go, subsolo com refeitório para funcionário, doca, recebimento, almoxarifados e utilidades,  e no 1º pavimento estão localizadas as salas de reuniões, convenções e copas de apoio.

Basicamente, a área de cozinha para atendimento do Grab and Go conta com 25m2 e a área social com 45m2. O funcionamento será 24 horas com todos os serviços de refeições rápidas, desde o café da manhã até o jantar, com produtos como: frutas, saladas, lanches, quiches, pizzas, paninis, bolos, cafés, sucos, água de coco, água, adega de vinhos, massas e caldos, disponíveis para compra e consumo imediato. Os alimentos estão expostos em vitrines de autoserviço, verticais e horizontais, quente/ frias e neutro. Além disso, projetamos fluxos bem resolvidos para circulação nas bancadas para apoio das bebidas, refrigeradores e adega.

Exemplo de desenvolvimento de áreas Grab and Go
Vitrine oferece os produtos e embalagens para o consumidor pegar e levar
Veículo adaptado oferece café expresso

Alguns produtos devem ser finalizados pelo próprio cliente em fornos de convecção, onde o cliente poderá desembalar o produto e aquecer em prato de louça. O mesmo funciona para as bebidas e vinho. Estão disponíveis também grelhadores de contato, com aquecimento rápido e controlado para os lanches, panini e outros pratos rápidos.

O sistema atenderá hóspedes, passantes, visitantes, vizinhos, reuniões de pessoas que acessam o lobby e que estão usando o espaço como coworking, espaço colaborativo e compartilhado.

 

Texto e Fotos: Ivim Pelloso

Ivim Pelloso é sócia, diretora de novos negócios e relacionamento na FSONE. Atua há 15 anos no setor de consultoria e projetos de cozinha industriais e restaurantes. Com formação acadêmica em nutrição e arquitetura. Também atua com conteúdo no foodservice, desenvolvendo matérias para revistas do setor, blogs, palestras, cursos, feiras, videos e atualmente apresento o programa Papo com Tempero na Alltv.
www.fs-one.com.br
https://www.facebook.com/fsonebusinessintelligence/

Deixe uma resposta

Chef Meia Noite, do Capim Santo: “Não escolhi a cozinha: ela que me chamou”

Publicidade
Publicidade

Para receber a newsletter Infood, digite seu e-mail no box abaixo e clique na seta.

© 2017 Infood - Todos os direitos reservados