A edição brasileira do guia Michelin 2017  foi lançada ontem em uma cerimônia no Hotel Unique, em São Paulo. A esperada publicação chega à sua terceira edição no Brasil e reúne os principais nomes da gastronomia brasileira num evento que celebra o trabalho desse importante mercado.

A edição de 2017 contempla 3 novos restaurantes com uma estrela e oito novos Bib Gourmound. Ela estará disponível nas plataformas digitais (IOS e Android) e na versão impressa, em inglês e português.

A cada ano, nossos  inspetores são surpreendidos pela evolução da cena gastronômica do Rio de Janeiro e São Paulo, que está em constante movimento e cuja oferta está evoluindo muito rapidamente“, afirma Michael Ellis, diretor internacional dos guias Michelin. “Os chefs concentram seus esforços na evolução do nível de suas ofertas, brincando com sabores e texturas, oferecendo aos clientes novas experiências e mantendo um foco particular na relação qualidade/preço“.

Diretor internacional dos guias Michelin, Michael Ellis

Os três novos restaurantes estrelados

O restaurante Laguiole, do chef Elia Schramm, localizado no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro conquista sua primeira estrela, junto com o também carioca Oro do chef Felipe Bronze, que neste caso volta a participar do Guia, pois a casa já tinha recebido uma estrela em 2015. O Picchi de São Paulo, do chef Pier Paolo Picchi, fecha a lista dos novos estrelados.

Duas casas perderam suas estrelas: o restaurante Roberta Sudbrack do Rio de Janeiro, algo já esperado, pois a casa encerrou suas atividades este ano, e o restaurante Attimo de São Paulo. No total, foram conquistadas 20 estrelas nesta 3ª edição do Guia, uma estrela a mais do que na última edição.

Conversamos com Helena Rizzo sobre a importância de um prêmio como este para um restaurante consagrado como o Maní: “O prêmio é importante, pois eles trazem público para a casa, mas nós temos muito foco no trabalho. Todo mundo que trabalha no Maní está ali ‘a gusto’, curtindo o que está fazendo. Este é o clima do Maní”.

A nova lista dos Bib Gourmand

A edição deste ano contempla 33 restaurantes Bib Gourmand, de estabelecimentos selecionados por sua excelente relação qualidade/preço, que oferecem um menu completo por, no máximo, R$ 90 reais. Na edição 2017, há 8 novos restaurantes, demonstrando o potencial de crescimento do nosso mercado.

Também nesta lista tivemos 4 casas que perderam a classificação como Bib Gourmand: Marcel, Sal Gastronomia e Tian, de São Paulo, e o Anna do Rio de Janeiro.

Os restaurantes estrelados no palco do lançamento do Guia Michelin 2017

Um dos estreantes na lista Bib Gourmand é o Più restaurante, do chef Marcelo Laskani (cozinheiro revelação do prêmio Infood 2016), e ele nos falou do trabalho da casa e dos planos a partir de agora: “O projeto tem um foco no preço justo e na coordenação do trabalho do salão e da cozinha, onde conto com a ajuda do Maurício (Maurício Cavalcante, sócio da casa). Agora quero cuidar da família, mas temos um plano de, no futuro, lançar mais uma casa, um Bar Gourmet”.

 

Duas estrelas:

D.O.M. (Alex Atala – SP)

 

Uma estrela:

São Paulo 

Dalva e Dito (Alex Atala, Luiz Gustavo Galvão )

Esquina Mocotó (Rodrigo Oliveira )

Fasano (Luca Gozzani )

Huto (Fábio Honda )

Jun Sakamoto ( Jun Sakamoto )

Kan Suke (Keisuke Egashira )

Kinoshita (Tsuyoshi Murakami )

Kosushi (George Koshoji )

Maní (Helena Rizzo )

Picchi (Pier Paolo Picchi )

Tête à Tête (Gabriel Matteuzzi )

Tuju (Ivan Ralston )

 

 

Rio de Janeiro

Eleven (Joachim Koerper )

Laguiole (Elia Schramm )

Lasai (Rafael Costa e Silva )

Mee (Rafael Hidaka )

Olympe (Claude Troisgros, Thomas Troisgros )

Oro ( Felipe Bronze )

 

Bib Gourmand (relação qualidade/preço)

São Paulo:

A casa do Porco (novo)

Antonietta Empório

Arturito

Le Bife

Bistrot de Paris (novo)

Bona

Brasserie Victória

Casa Santo Antonio

Ecully – Perdizes

Jiquitaia

Manioca

Mimo

Miya

Mocotó

Niaya (novo)

La Peruana Cevicheria (novo)

Petí Gastronomia

Più (novo)

Tanit (novo)

Tartar & Co

Ton Ton (novo)

Tordesilhas

Zena Caffè

 

 

Rio de Janeiro:

Artigiano

Bottega del Vino (novo)

Entretapas – Botafogo

Gurumê

Lima Restobar

Miam Miam

Oui Oui

Pomodorino

Restô

Riso Restô

A terceira edição do guia, disponível nas plataformas digitais e na versão impressa
Serviço:
O Guia Michelin – Rio de Janeiro & São Paulo 2017
Preço – R$ 65

 

 

Por Redação
Fotos - Fernanda Moura

 

6 ideias sobre “Guia Michelin 2017 contempla 3 novos restaurantes com uma estrela”

  1. Fátima Oliveira disse:

    Existem no Brasil tantos outros restaurantes nota 1000. Vocês só enxergam o eixo Rio /São Paulo… Em MG existem muitos, até melhores Glouton, Casa Gusto, Expresso 500, etc, etc.. Sem contar Norte, Nordeste, Sul,… Aconselho visitarem outros estados

  2. Infood disse:

    Fátima,

    Concordamos com você, mas isto leva tempo. Existe um critério do Guia, de usar inspetores. Em geral eles vem de outros países. Ainda é complexo visitar todos os estados, pois diferente do Rio e de São Paulo o volume de casas é menor. Devemos lutar por isso, um fato. Cremos que vai acontecer.
    Entendemos que isto não invalida o critério, e é claro que temos boas opções nos outros estados.

    Atenciosamente,

    REDAÇÃO

Deixe uma resposta

Semana 49# Os restaurantes de cozinha vegetal ganham mercado

Publicidade
Publicidade

Para receber a newsletter Infood, digite seu e-mail no box abaixo e clique na seta.

© 2017 Infood - Todos os direitos reservados