Paula Ricupero e Márcio Oliveira acabam de inaugurar o Burguer Fun, hamburgueria descolada na Vila Madalena. Começaram vendendo hambúrgueres nos finais de semana para os moradores do prédio onde haviam acabado de se mudar, mas devido à grande procura, decidiram abrir uma hamburgueria.

Sem receitas mirabolantes, bem na linha tradicional de hambúrgueres, o diferencial da casa é a qualidade dos produtos que utiliza. O blend utilizado? Márcio guarda o segredo a sete chaves. Não conta para ninguém. Já que os concorrentes não falam, ele também não conta.

A montagem do negócio foi bem rápida: do dia que encontraram o local até a inauguração, foram 6 meses. Principiantes, já que nenhum dos dois havia atuado anteriormente no ramo, ambos ousaram e abriram o negócio sozinhos, sem contar com a ajuda de um consultor.

Confira abaixo trechos da entrevista que Paula concedeu à Infood, conta detalhes da montagem, do desafio e das dificuldades de se empreender na área da gastronomia.

 

Lousa com as opções para o consumidor escolher seu hamburguer

INFOOD – Por que trabalhar com hambúrguer?

PAULA RICUPERO – Percebemos que a hamburgueria está super em alta, e meu marido sempre gostou muito de fazer hambúrguer. No final do ano passado, fomos morar num prédio na Barra Funda que tem uma churrasqueira na varanda. Então Márcio teve a ideia de fazer alguns hambúrgueres no domingo, e oferecer para os moradores do prédio, para fazer uma grana extra. No primeiro dia, duas pessoas compraram. No segundo, nove. No terceiro, vinte e três, até chegaram a cinquenta, que era o número limite que eles conseguiam fazer em casa. O feed back de todos era maravilhoso. E com isso a gente se animou para montar algo. No início a ideia era montar um delivery de hambúrguer só para os finais de semana. Mas quando ele foi ver o valor do aluguel e dos equipamentos, vimos que era um investimento muito alto para abrir só no sábado e domingo. Então surgiu a ideia de abrir uma hamburgueria.

Hambúrguer bovino e porção de fritas

INFOOD – Quanto tempo levou desde a ideia de abrir até a inauguração?

PAULA – Começamos a procurar um espaço, e esse trabalho na busca pelo lugar foi bem difícil. A gente vê muitos lugares em São Paulo que estão com o IPTU irregular, e aí não conseguiríamos tirar o alvará de funcionamento, mas só um provisório. E a gente não queria investir um valor alto para depois não conseguir o alvará. Até que achamos esse imóvel na Vila Madalena. Até que ficou pronto rápido. A ideia inicial surgiu em novembro de 2016, e achamos o local aqui no final de março. Dali a seis meses, inauguramos o Burguer Fun.

Os refrigerantes Gloops feitos com suco natural sem adição de açúcar

INFOOD – Vocês já tinham experiências anteriores ligadas à gastronomia? O que faziam antes? Qual a formação de vocês?

PAULA – Eu sou jornalista e trabalhava numa revista e um site de corrida de rua. E Márcio é administrador, trabalhou sempre na área financeira, e agora atua em tecnologia, implementando sistemas SAP. Ele fez alguns cursos específicos de hambúrguer para aprimorar algo que ele já gostava de fazer.

INFOOD – Quais as maiores dificuldades que encontraram para abrir o negócio?

PAULA – A parte burocrática é difícil. Cadastrar todos os produtos, o sistema (consumer), ligar o Sat para fazer nota fiscal e fazer a configuração…Outra dificuldade é a contratação de funcionário. Foi a pior parte. A pessoa marcava e não aparecia, falava que tinha experiência e não sabia fazer nada.

INFOOD -Tiveram alguma ajuda na montagem da casa?

PAULA – Não, fizemos tudo sozinhos. Conversamos com alguns amigos, gente que tem negócios com gastronomia, e pegamos algumas dicas.  Montamos muito em cima dos modelos de hamburguerias que a gente conhecia. E o local aqui é pequeno, não dava para mexer muito. Nosso ponto tem 46 metros. Tem a cozinha, uma cozinha de apoio interna, um banheiro, e o salão.

Foi um projeto gostoso de fazer, pois foi tudo da nossa cabeça, sem decorador, só com um engenheiro. As cores roxo e laranja são as cores do nosso blog – ambos têm um blog de gastronomia chamado Tempero Urbano já há uns 6 anos. Ficou diferente, mais alegre…até porque toda hamburgueria atualmente é só preto e branco.

INFOOD – Como será o cardápio? E os preços?

A gente viu que as pessoas gostam de montar o hambúrguer do jeito delas. Esse é um diferencial nosso. Temos hambúrguer de carne e vegetariano (de abóbora) de 160 gramas; pão tradicional ou francês; queijo prato com opção de molho cheddar ou gorgonzola; ponto da carne (mal passado, ponto ou bem passada); e mais três opções para inclusão. Temos batata e onion rings, e as bebidas são refrigerante, água, cerveja tradicional e artesanal (Madalena). No começo iremos sentir o que tem mais saída, aquilo que o público quer, e vamos fazendo as adaptações necessárias.

Paula Ricupero e equipe

INFOOD – Qual o valor inicial investido?  Em quanto tempo esperam ter o retorno desse valor?

PAULA – O valor investido foi de R$ 160 mil. Todo o valor investido foi próprio. Mas o bom é que, como fizemos tudo nós mesmos, conseguimos negociar bem e economizamos bastante. Se tivéssemos contratado uma empresa para fazer tudo por nós, acredito que o valor seria o triplo, e aí não teríamos uma sobra de valor para termos em caixa. O tempo previsto para o retorno do valor investido é de um ano e meio a dois anos.

 

INFOOD – Quais as expectativas com relação ao negócio?

PAULA – Estamos bem animados! Numa expectativa muito grande, confiantes de que vai dar certo. A hamburgueria não era o nosso sonho, mas agora passou a ser. Eu sempre quis ter um comércio. A veia empreendedora estava presente. Só não imaginava que seria uma hamburgueria.

 

Burguer Fun

Rua Purpurina, 94 – Vila Madalena – SP/SP
tel. (11) 2638-0478
https://pt-br.facebook.com/burguerfun/

 

 

Por Redação

Fotos: arquivo Infood

 

Deixe uma resposta

Chef Meia Noite, do Capim Santo: “Não escolhi a cozinha: ela que me chamou”

Publicidade
Publicidade

Para receber a newsletter Infood, digite seu e-mail no box abaixo e clique na seta.

© 2017 Infood - Todos os direitos reservados