Existem receitas em que a cebola não é apenas um tempero a mais, ela é um ingrediente fundamental. Quando pensamos em uma linha de crédito, podemos estabelecer o mesmo paralelo: e é possível utilizá-la como um ingrediente somente quando a “receita” pede.

Linha de crédito é o empréstimo de uma quantia monetária escolhida de maneira planejada fornecida por um banco ou instituição financeira e é pago mensalmente o valor do empréstimo acrescentado de uma taxa de juros.

 

Qual é a melhor linha de crédito para sua empresa?

Antes de fazer qualquer empréstimo, é preciso fazer algumas perguntas cujas respostas o auxiliarão na tomada de decisão. O primeiro ponto que deve ser analisado é se esse crédito realmente é necessário. Trará valor agregado? Gerará benefícios? Está na hora de investir na empresa, comprar mais máquinas, ferramentas, aumentar o espaço, aumentar a produção, fazer propaganda? Os juros a serem pagos serão menores do que meu ganho no futuro? Ou preciso do crédito para um ajuste pontual no fluxo de caixa? Ou o crédito já faz parte do meu consumo mensal para chegar até o fim do mês? Conseguirei ter a paciência para planejar, economizar e a disciplina para honrar meus compromissos?

Assim como o ideal é ter o produto de melhor qualidade em seu restaurante, a forma ideal para saber qual é a melhor linha de crédito é pesquisar em todos os 250 bancos e instituições financeiras do Brasil para saber qual tem a menor taxa de juros sobre o empréstimo. Embora essa tarefa seja praticamente impossível, alguma pesquisa deve ser realizada, pois os juros cobrados podem variar em até 3600%. No mercado, existem empresas especializadas em tal pesquisa e, para compensar o empréstimo, é bom que a taxa de juros seja razoável e não abusiva.

Afirmar que fazer um empréstimo é a melhor solução é difícil, mas o preocupante mesmo é quando temos empréstimos caros e não planejados, normalmente através do cheque especial ou do crédito rotativo do cartão de crédito, onde cada mês eu necessito de mais e mais crédito.

Outro bom motivo para se utilizar a linha de crédito é quando a empresa decide manter o dinheiro aplicado e recorre a empréstimos. A rentabilidade da aplicação é mais lucrativa do que o valor pago com as prestações do empréstimo. Com isso, é possível a preservação do futuro patrimônio da empresa.

 

* Homero Flávio Cordeiro Júnior é Consultor Financeiro, Professor de Finanças em TI, Engenheiro Eletrônico com MBA em Gestão Empresarial. Ele escreve para a INFOOD às sextas-feiras.

homero@financasplanejadas.com.br

 

Deixe uma resposta

Curso apresenta as vantagens do uso de um forno combinado de última geração

Publicidade

Publicidade
-->
-->

Para receber a newsletter Infood, digite seu e-mail no box abaixo e clique na seta.

© 2017 Infood - Todos os direitos reservados