Watts é um bairro que fica ao sul de Los Angeles, na Califórnia, e que é conhecido por sua pobreza e violência.  Nesse bairro, há cerca de um mês, foi aberto o Locol, um projeto revolucionário de dois chef famosos: Roy Choi e Daniel Patterson. Eles resolveram se unir e lançaram o desafio de abrir restaurantes em bairros carentes.

A ideia inicial do projeto começou em 2014, quando Choi, ao falar numa palestra no terceiro Simpósio anual MAD, em Copenhague, na Dinamarca, destacou a crise de fome em Los Angeles.

Roy Choi é um chef coreano que foi criado nos EUA. É o co-fundador e co-proprietário do famoso Kogi, caminhões que misturam comida coreana com mexicana, além de ter outros restaurantes e ter recebido diversos prêmios.

Daniel Patterson  é um chef americano famoso, ganhador de prêmios, e também o fundador e proprietário de Daniel Patterson Group, com vários restaurantes, incluindo o restaurante Coi (duas estrelas Michelin).

LOCOL COZINHACozinha do Locol e equipe

O Locol traz comida saborosa, saudável, feita com bons ingredientes, e com princípios da sustentabilidade.  A principal ideia é: comida deliciosa para todos, acessível, com preços bem baixos.

No cardápio do Locol, um hambúrger vegetariano e um sanduíche de frango por 4 dólares. Eles não servem batatas fritas ou refrigerantes. Em vez disso, os acompanhamentos são arroz, verduras e chips de milho picantes, e para beber , café quente ou gelado e água fresca por 1 dólar cada.

LOCOL HAMBURGUERHambúrguer do Locol

A casa, que abre todos os dias da semana, das 11 da manhã às 10 da noite, tem decoração elegante e moderna, com  caixas preto-e-branco de vários tamanhos que servem tanto como cadeiras e mesas. O Locol tem a cozinha aberta, os clientes encomendam em quiosques touch-screen ou no balcão, e aguardam seu número a ser chamado. Há apenas poucos lugares no interior e mais algumas caixas de mesas em um pequeno pátio externo. Todos os funcionários do Locol moram na mesma região onde está situada a casa.

Em breve será aberto mais um Locol, no bairro de Tenderloin, em São Francisco, também situado em um lugar pobre e de condições precárias. Mas a ideia dos dois chefs não para por aí: um dia, eles esperam ter unidades do Locol espalhadas por todo o país, e para isso, eles vão usar esses restaurantes como incubadoras. 

O porquê do nome Locol ? É uma mistura de “louco” em espanhol com “local” em inglês.

A principal missão do Locol não mudou: derrubar a indústria do fast food e alimentar nossos irmãos e irmãs com comida deliciosa e saudável a preços acessíveis“, postou Choi no Instagram, na semana que antecedeu a abertura do Locol.

LOCOL LOJALoja do Locol em Watts antes da inauguração
Serviço:
http://www.welocol.com/#intro
https://www.facebook.com/welocolfood
https://twitter.com/welocol
https://www.instagram.com/welocol/

 

Uma ideia sobre “Locol, a revolução do fast food”

  1. Sandro neejack disse:

    Show

Deixe uma resposta

Márcio Silva: “No Buzina nós fazemos o que a gente gosta, cozinhamos o que a gente come”

Publicidade
Publicidade
© 2017 Infood - Todos os direitos reservados