Luiz Filipe Souza, 28, sagrou-se vencedor da etapa brasileira do mais importante concurso de gastronomia do mundo, o Bocuse d’Or que aconteceu na edição do Sirha São Paulo. Ele atualmente é chef do restaurante Evvai, no comando da casa há 8 meses.

Sua equipe no Bocuse d’Or, composta pelo Renato Carioni e pelo Vinícius Pires se preparou muito para a prova.“Nós treinamos muito, e sentíamos que a cada treino, melhorávamos bastante. E na prova conseguimos o melhor desempenho de todos”, afirmou Luiz logo após sair o resultado do concurso.

Superação

Para ele, especificamente, essa vitória teve um gostinho a mais, de superação, já que foi a terceira vez que participou do concurso. “Participei  em 2015 e não foi uma participação muito boa, pois tive problemas com a entrega do prato, não entregando nem metade daquilo que eu planejava. Na segunda vez fiz uma prova boa, mas os outros candidatos tiveram um desempenho melhor que o meu. Mas dessa vez nós conseguimos entregar tudo aquilo que estávamos treinando e nos propondo. Sabíamos das dificuldades e também das nossas limitações.”

Luiz Filipe comemora com sua equipe

Trabalho em equipe

Uma coisa que Luiz faz questão de frisar é que a vitória não foi dele, mas de toda sua equipe. “Agradeço o Renato e o Vinícius. Está na hora de mudarmos um pouco isso. A gente fica rotulando muito um restaurante debaixo de um chef, ou no caso do Bocuse, o meu nome na frente dos outros, mas na verdade é uma equipe. Se não fossem eles, nada disso teria acontecido.”

O filé de Salmão de Luiz Filipe
O prato de  paleta de porco mangalitsa também feito pela equipe de Luiz Filipe
A bandeja de carne montada por Luiz Filipe

Na prova, Luiz e sua equipe prepararam um filé de salmão levemente curado na beterraba, cozido à baixa temperatura ao beurre blanc, pupunha cozida no tucupi e grelhada, alho poró confitado com creme de ouriço, cebola assada com óleo de carvão e mosaico com mostarda e cogumelos ao sauce Robert, maçã gelificada com coentro, biju com mandioca defumada e pimenta Cambuci, cromesquis de foie gras e tartufo nero com carpaccio de mangalitsa mi-cuit.

Renato Carioni, ao lado esquerdo de Luiz Filipe, foi treinador da equipe

Dia 18 de abril Luiz irá representar o Brasil nas eliminatórias latino-americanas no México. Quanto às expectativas sobre o México, Luiz tem consciência das dificuldades que o aguardam. “É uma prova muito mais difícil, primeiro porque é em outro país, e tem toda a questão da logística, de levar os ingredientes e equipamentos; é uma prova que tem duas equipes muito fortes, que é o Canadá e o México. Classificam-se cinco equipes. Para se ter uma ideia, o competidor dos EUA é um chef de um restaurante 3 estrela Michelin, além dos EUA ter sido o vencedor da última competição em Lyon.  As equipes são muito fortes, todas elas já estão há bem mais tempo se preparando para essa fase.”

Porém, ele está otimista. “Ainda temos que evoluir muito o trabalho apresentado, tem muita coisa que pode ser melhorada. Acredito que, com a ajuda do comitê, a gente tem tudo para conquistar uma classificação.”

Sua tática para essa próxima etapa do Bocuse d’Or está baseada na união de forças e muita dedicação: “teremos que unir muita força e se dedicar muito nessas próximas 3 semanas para conquistar essa classificação.”

 

Por Redação

Fotos: Heverton Leal

 

Uma ideia sobre “Luiz Filipe Souza, vencedor da etapa brasileira do Bocuse d’Or”

  1. andreia disse:

    Adorei o seu site muito interessante. Vou acompanhar mais vezes suas postagens. um beijo da Déia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como criar um cardápio vendedor

Publicidade
Publicidade

Para receber a newsletter Infood, digite seu e-mail no box abaixo e clique na seta.

© 2018 Infood - Todos os direitos reservados