Existe um sem número de receitas para as festas que se pode usar. O importante é que você defina seu público no Natal e Ano Novo. Empresas de catering, ramo da gastronomia em que se preparam refeições para serem servidas ou finalizadas em outro local, faturam alto com seus “perus de Natal”, mas, você que tem um restaurante pequeno também pode transformar aquela receita tradicional de família em uma ótima forma de ganhar dinheiro.

Algumas dicas para definir seu público:

  • Observe sua concorrência antes de sair divulgando seu cardápio de festas. Isso pode ajudar você a sair do lugar comum e ter destaque o que, em tempos complicados em termos de economia, pode fazer toda a diferença;
  • Olhe no seu cardápio atual os produtos que são os campeões de vendas e converse com o chef para ver o que se pode criar com alguns desses ingredientes que seja voltado aos festejos de fim de ano;
  • Ligue para os fornecedores e negocie entregas e prazos de pagamento em que as condições sejam um pouco mais favoráveis, afinal, além do investimento nesses tipos de produtos, os custos de produção com encargos e salários de fim de ano sempre são mais pesados, e nada melhor do que ter uma “folguinha no orçamento”;
  • Por fim, use a criatividade ao máximo, sempre se lembrando de oferecer comida boa a preço justo, assim você irá conquistar mais clientes além de criar um hábito, porque esses clientes vão se lembrar da comodidade de ter no seu negócio uma boa opção para as festas.
  • Do tradicional peru de Natal até ceias contendo pratos exóticos, esse é um ramo que pode alavancar seu faturamento, e não fica só nos finais de ano, ele também é potencial em outras épocas.
texto – Marcelo Santos
*Marcelo Santos (chefmarcelosantos@gmail.com) é chef de cozinha, professor de gastronomia, consultor de alimentos e bebidas e escritor e escreve para o site INFOOD às quartas-feiras

FORNO_FOGAO_CIA_CONSULTORIA_GASTRONOMICA

Deixe uma resposta

Um professor na cozinha. Um cozinheiro em sala.

Publicidade
Publicidade
© 2017 Infood - Todos os direitos reservados