Os donos de restaurantes que ainda estão procurando alternativas para atrair mais clientes da Geração Y podem estar focando no grupo errado. Novos números do grupo NPD mostram uma queda significativa no número de visitas de pessoas entre 21 e 36 anos a restaurantes.

De onde virá, então, o próximo crescimento dos restaurantes? Os dados da Technomic podem dar alguma direção. Novos relatos da empresa abordam o cenário do food service em 2015, com diversas sugestões específicas sobre onde os donos de restaurante mais precisam concentrar os seus esforços agora.

O ponto principal se encontra no fato de que a Geração Y (Os “Millennials”) constitui 22% da população e, em média, consome 6,3 refeições por semana em uma operação de food service. A Geração Z (20 anos ou menos) é maior – 26% da população norte-americana – e também gasta 6,3 refeições por semana de food service.

As outras faixas demográficas estudadas pela Technomic são menores em número e compram refeições em restaurantes com menor frequência. Os “Baby Boomers” (48-67 anos) são quase tão grandes quanto a Geração Z, compondo 35,9% do total da população norte-ameriacana. Porém, seus membros consomem 4,7 refeições por semana em restaurantes. A Geracao X (37-47 anos) consome mais refeições – 5,4 por semana – mas é responsavel por apenas 14,1% da população.

Isso faz com que a Geração Z se torne líder de volume no mercado de foodservice em relação a algumas medidas, não sendo líder, contudo, em relação ao total de dólares gastos. Vários estudos indicam que os membros dessa faixa populacional têm muito mais do que apenas sua mesada para gastar nos restaurantes, e suas refeições precoces e preferências fazem ser lógico para donos de restaurantes ir atrás deles.

Espera-se que os empreendedores e donos de negócios gastronômicos entendam o recado, porque os restaurantes estão começando a sair do trilho com os Millenials.

No entanto, não se confunda: os Millennials ainda são um bom negócio, representando aproximadamente 14,5 bilhões de visitas e 96 bilhões de dólares em restaurantes nos EUA. Mas esses números têm sofrido queda.

Nos últimos anos, pessoas com idade entre 25 e 34 anos fizeram 50 visitas a menos por ano. Segundo a analista Bonnie Riggs, para encorajar a visita de quem faz parte da Geração Y, os donos de restaurantes precisam oferecer um “good deal” (“bom negócio”), o que signifca, para os Millenials, itens com o preço razoável e que estejam em conta, de boa qualidade e na quantidade certa.

A Geração Z também quer algo que seja acessível e comida de qualidade. É importante o dono de restaurante ter em mente esses dados ao planejar o futuro dos seus esforços.


Via Restaurant Hospitality

Deixe uma resposta

Chef Meia Noite, do Capim Santo: “Não escolhi a cozinha: ela que me chamou”

Publicidade
Publicidade

Para receber a newsletter Infood, digite seu e-mail no box abaixo e clique na seta.

© 2017 Infood - Todos os direitos reservados