A maior metrópole do hemisfério sul é destaque quando o assunto é gastronomia. São Paulo reúne variedade de restaurantes e bares, qualidade e reconhecimento internacional. Segundo dados do Observatório de Turismo e Eventos (núcleo de estudos e pesquisas da São Paulo Turismo – SPTuris, empresa municipal de turismo e eventos), a cidade paulista possui mais de 15 mil opções de restaurantes e 20 mil bares à disposição de moradores e visitantes. Desse total, são quase 60 tipos de cozinhas diferentes, incluindo comidas típicas de outros países.

Além da imensa quantidade e variedade gastronômica da cidade, o setor possui qualidade e reconhecimento mundial. A revista inglesa The Restaurant elegeu, em 2014, o restaurante D.O.M como o sétimo melhor restaurante do mundo, além de Helena Rizzo, do Maní, como a melhor chef mulher do mundo. Segundo o último levantamento do Observatório, 75,7% dos turistas em geral avaliam a gastronomia da cidade como ótima ou boa, e, para 23,9% dos visitantes, a gastronomia também é apontada com uma das atividades mais realizadas durante a estadia.

Durante a Copa do Mundo, a gastronomia ainda foi destaque e confirmou a força que tem. Quase 30% dos turistas nacionais e estrangeiros consideraram o setor como o principal diferencial da cidade e 87,6% deles avaliaram a comida paulistana como ótima ou boa. Ainda enquanto acontecia o mundial, também foi registrado um aumento de 80% na presença de estrangeiros em restaurantes das regiões da Vila Madalena, Jardins, Bela Vista e Pinheiros.

A rede gastronômica paulistana é formada por restaurantes dos mais variados. Há italianos como Fasano e Piselli, franceses como Freddy e La Casserole, espanhóis como Don Curro e Fuentes, portugueses como A Bela Sintra e Antiquarius, japoneses como Kibô Sushi e Kosaka, os suíços como o Florina, alemães como Windhuk e Weinstube e gregos como Acrópoles, entre vários outros. Até a culinária escandinava está presente, como é o caso do restaurante Svanen Scandinavian Food.

São Paulo possui ainda cozinha vegetariana, orgânica e uma rede completa de fast food, sem contar os inúmeros pontos de cafés e padarias com funcionamento 24 horas. Antenada, a cidade expandiu os sabores paulistanos para os food trucks e as feirinhas gastronômicas, onde as pessoas podem encontrar variedade a um preço popular.

Quando se fala em gastronomia, o Mercado Municipal da Cidade de São Paulo não pode ficar fora. Ponto de lazer e de turismo, o famoso Mercadão reflete a riqueza dos sabores paulistanos: são frutas, grãos, queijos, doces, temperos, especiarias, pastéis, sanduíches, carnes, pescados, aves, chocolates, entre outros. Quem vai ao local não pode deixar de experimentar o tradicional sanduíche de mortadela e o pastel de bacalhau.

São Paulo também recebe eventos gastronômicos de destaque. Há festas populares, como a Achiropita e a São Vito, e feirinhas gastronômicas diversas, como O Mercado. Há também feiras de negócios voltadas ao assunto, como a Fistur (Feira Internacional de Produtos, Serviços e Sustentabilidade para Gastronomia, Hotelaria e Turismo) e a CIHAT (Congresso Internacional de Gastronomia, Hospitalidade e Turismo). Organizados pela Associação Brasileira das Entidades e Empresas de Gastronomia, Hospedagem e Turismo, os eventos discutem, entre outras coisas, a integração da gastronomia com o turismo.
Recentemente outra modalidade ganhou força no comer e beber bem em São Paulo: os food trucks. A possibilidade de estar ao ar livre e a mudança de endereço constante ganharam os olhos dos paulistanos, que formam imensas filas para saborear hambúrgueres, massas, bebidas e sorvetes. Para saber mais sobre os trucks e os endereços em que eles estarão, acesse:www.foodtrucknasruas.com.br

 

Texto: Divulgação - São Paulo Turismo (SPTuris)

 

Deixe uma resposta

A identidade da cozinha italiana em São Paulo

Publicidade

Publicidade
-->
-->

Para receber a newsletter Infood, digite seu e-mail no box abaixo e clique na seta.

© 2017 Infood - Todos os direitos reservados