O conceito da alimentação saudável ganhou força na gastronomia e vem se transformando numa tendência. As novas gerações e os restaurantes vêm descobrindo suas afinidades e, muitas vezes, novos hábitos de consumo estão sendo gerados.

Esta semana a Infood está divulgando algumas informações de um estudo que ouviu 4.000 consumidores vegetarianos, veganos e onívoros. Se você não conhecia o termo, é bom ficar atento. Onívoro é o consumidor sem restrição alimentar. O material foi produzido pela Galunion e pela Equilíbrium e você vai ter contato com parte do estudo esta semana.

O crescimento do mercado vegetariano e vegano

Ainda podemos dizer que vegetarianos e veganos são uma pequena parcela da população, mas é importante observar o que nos mostra o estudo: 54% dos que se dizem vegetarianos aderiram à dieta há menos de 4 anos.

Não é possível mais deixar de olhar para estes indicadores. Na semana passada, você leu em nosso site a entrevista com Nathalie Passos, do Naturalie Bistrô. Ela não é vegetariana ou vegana, mas montou um restaurante com o que define ser uma cozinha de vegetais.

Nathalie tem 24 anos e no seu restaurante as verduras e legumes é que são as referências em um cardápio que oferece muito sabor e qualidade. Uma amostra disto é a percepção, segundo a proprietária, que a maior parte dos consumidores da casa não é nem vegetariano ou vegano.

Novos padrões de consumo

O Estudo da Galunion e da Equilíbrium me ensinou sobre dois outros termos: o flexitariano ou reducitariano.  São pessoas que não são de fato vegetarianos, mas procuram um equilíbrio no dia a dia através da redução do consumo de proteínas animais, seja em quantidade, ou em alguns dias da semana.

É este público quem vem se transformando na base do consumo dosrestaurante no Naturalie no Rio de Janeiro.  Conquistados pelo sabor, como sempre nos ensinou Renato Caleffi, o restaurante orgânico deve ser vendido como uma opção de sabor.

A busca pelo sabor

Nos últimos anos temos percebido que o consumidor deixou tanto de se preocupar com o entorno, e entendo como entorno todo o luxo que caracterizava uma refeição na alta gastronomia, e concentrou sua busca por uma refeição de qualidade, pelo sabor.

É muito importante que você, gestor, esteja atendo à mudança de comportamento das novas gerações, pois elas são os consumidores que vão fazer a diferença da sua casa.

O que as novas gerações esperam dos restaurantes

O  estudo também identificou alguns traços comuns destes consumidores na sua relação com o alimento. É importante alertar que toda a pesquisa requer cuidados em sua análise e aplicação.

Aprendi, no início da minha carreira, que pesquisa é como um poste de luz. O bêbado usa o poste para não cair; nós sóbrios usamos a luz do poste para guiar nossos passos. Portanto, procure a luz da pesquisa e não um apoio.

Os três pontos que destacamos são:

  • As novas gerações conhecem mais sobre comida que as anteriores;
  • As novas gerações são mais exigentes em relação a sua alimentação;
  • As novas gerações estão mais abertas ao novo.

Novas gerações conhecem mais sobre comida

Isto é quase um reflexo da tecnologia embarcada em suas vidas. Estes consumidores têm hoje, à sua disposição na tela do seu celular, um conjunto de aplicativos e mecanismos de busca que permitem rapidamente entender a origem de um alimento e o histórico de um restaurante.

Se você tem dúvida, repare o número de fotos de seus produtos postados durante uma semana, e o impacto disto ficará mais claro a partir dos comentários e avaliações que seguem as fotos.  O problema é que você não sabe quantas pessoas estas imagens poderão influenciar.

Novas gerações são mais exigentes com sua alimentação

Eles estão preocupados com a disponibilidade do alimento, portanto. não encaram com tanta naturalidade o alto custo de uma refeição. Da mesma forma estão de olho no impacto da produção do seu ingrediente. Querem saber a procedência dos insumos e também se importam com a forma como você descarta seu lixo.

São pessoas com uma consciência crescente em relação ao impacto de seus atos no dia a dia do planeta.  Estão descobrindo o esforço necessário para produzir alimentos e, principalmente, que precisamos repensar o consumo futuro.

As novas gerações estão mais abertas ao novo

Este é para mim uma consequência dos dois primeiros itens.  Seu maior conhecimento sobre alimentos e sua preocupação em relaçãoà comida os faz buscar por opções no seu dia a dia.

Ao mesmo tempo, estes consumidores estão abertos às novidades na gastronomia. Seja pela culinária étnica, seja pelo uso de novos ingredientes e dietas diversas.

Como isto impacta o seu negócio

Procure destacar em seu site a origem dos seus insumos, conte a história de seus fornecedores.  Treine sua equipe de salão para destacar este importante trabalho da sua casa na busca por ingredientes.

Esteja atendo aos novos consumidores que começam a conhecer o seu estabelecimento. Aqui, novamente, o maior cuidado deve ser do salão. Os garçons sabem quando um novo consumidor entra num restaurante e devem estar atendo aos clientes abaixo dos 30 anos.

Com novos consumidores, facilitem a escolha dos pratos, sugira combinações econômicas, vendendo os produtos com o olhar desta nova geração. Estou convencido de que, nos próximos anos, teremos um aprofundamento da relevância do bom serviço do salão.

Acima de tudo, conecte-se! Não é possível pensar nos dias de hoje num restaurante sem uma página na internet e nas mídias sociais. Se você não está no Facebook, pode ter certeza que algum consumidor já criou uma página para você.  Interaja com seus consumidores, dialogue através das páginas da sua casa, pois esta proximidade será seu principal cartão de visitas.

Estudo do Panorama do mercado vegetariano no Brasil:

http://infood.com.br/estudo-do-panorama-do-mercado-vegetariano-no-brasil/

Novidades

Restaurante Sal no Shopping Cidade Jardim

A previsão inicial de abertura da filial do restaurante Sal de Henrique Fogaça foi revista. Antes previsto para estar inaugurado no dia 30/9, a casa estará aberta ao público nesta terça-feira dia 10/10.

Confira entrevista da Infood com Fogaça sobre o novo empreendimento: http://infood.com.br/filial-do-sal-de-henrique-fogaca-inaugura-dia-10-de-outubro-no-cidade-jardim/

Restaurante Xian

O jornal O Globo destaca a inauguração do Xian: mistura de bar, restaurante, lounge, boate e área de shows, o complexo com pegada asiática, abre as portas no “Rooftop” do antigo prédio da Varig no Centro do Rio de Janeiro.

A casa do empresário Marcelo Torres  tem o bar e comandando por Rod Werner (Oro, Lasai, Bazzar) e o comando da cozinha o do chef Flávio Miyamura (Miya e D.O.M.)

Rua  Almirante Silvio De Noronha, 365 – Centro – Rio de Janeiro

Azulejo  Pernambucano

Isabelle Moreira Lima destaca no jornal O Estado de São Paulo o recém lançado restaurante Azulejo Pernambucano, em Perdizes. Comandado pela dupla chef André Palma e a sommelière Renata Quirino.

Rua Caraibas, 871 – Perdizes – São Paulo

Facebook – https://www.facebook.com/azulejopernambucano/

Confira matéria completa no site do caderno Paladar:   http://paladar.estadao.com.br/noticias/comida,restaurante-serve-comida-da-mesa-dos-baroes-do-acucar-em-perdizes,70002027657

Casa Di Paolo

O caderno Divirta-se do jornal O Estado de São Paulo também destaca a chegada a São Paulo do restaurante Casa Di Paolo, que conta com dez unidades no Rio Grande do Sul e uma em Santa Catarina. Comandado pelos sócios Jandir Dalberto e Paulo Geremia.

Avenida dos Bandeirantes 1663 – Vila Olimpia – São Paulo

Facebook – https://www.facebook.com/casadipaolosaopaulo/

Site – http://casadipaolo.com.br/

Confira matéria completa no site do caderno Divirta-se: http://cultura.estadao.com.br/blogs/divirta-se/casa-di-paolo-rede-gaucha-especializada-em-galeto-chega-a-capital-paulista/

Restaurantito das Moças

Luiza Fecarotta destacou o Restaurantito das Moças no jornal Folha de São Paulo. Das donas do bufê Dedo de Moça, a casa oferece pratos do dia a dia com resultados regulares em ambiente simpático e despretensioso.

Rua Tito, 1624 – Vila Romana – São Paulo

Facebook – https://www.facebook.com/RestaurantitoDasMocas/

Instagram – https://www.instagram.com/restaurantitodasmocas/

Confira matéria completa no site do jornal: http://guia.folha.uol.com.br/restaurantes/2017/09/critica-restaurantito-das-mocas-oferece-pratos-do-dia-a-dia-em-ambiente-simpatico.shtml

Terço bar com comida

Magê Flores destacou o Bar Terço no jornal Folha de São Paulo.  Quatro amigos, três chefs e uma sommelière abriram na terça (26) o Terço, bar com caprichado cardápio de comida. Luiza Hoffmann, Sayuri Tsuji (ambas ex-Figo) e Luiz Gustavo Moraes (Le Maurice/França e Mugaritz/Espanha) dividem o menu e se revezam na cozinha.

Rua Baltazar da Veiga, 246 – Vila Nova Conceição – São Paulo

Facebook – https://www.facebook.com/tercobar/

Confira matéria completa no site do jornal: http://www1.folha.uol.com.br/saopaulo/2017/09/1922741-bar-com-menu-caprichado-de-petiscos-e-pratos-abre-as-portas-na-vila-nova-conceicao.shtml

Notícias

Ana Ros do restaurante Hisa Franko faz jantar em São Paulo

O caderno Paladar do jornal O Estado de São Paulo destacou que no dia 26 de outubro, a eslovena Ana Ros, do restaurante Hisa Franko (Kobarid), eleita melhor chef mulher do mundo pelo The World’s 50 Best Restaurants, divide cozinha do Seen com o titular do restaurante William Ribeiro e com Helena Rizzo e Leo Paixão do Gluton (MG).

Confira a matéria completa no site do caderno Paladar http://paladar.estadao.com.br/noticias/restaurante-e-bares,melhor-chef-mulher-do-mundo-ana-ros-faz-jantar-em-sao-paulo,70002027690

Consumo baseado em boas causas está em expansão

Sérgio Ruck Bueno, para o jornal Valor Econômico, destaca a expansão dos vegetarianos e veganos, que já somam 16 milhões de brasileiros.

A procura por uma alimentação mais saudável para evitar ou combater problemas como sobrepeso e diabetes, as maiores preocupações ambientais e com o sofrimento imposto aos animais de corte e cobaias são fatores que estão impulsionando o mercado vegetariano e vegano no Brasil.

Para continuar lendo faça um cadastro no site do jornal: http://www.valor.com.br/empresas/5137950/consumo-baseado-em-boas-causas-esta-em-expansao

 

Reginaldo Andrade

randrade@infood.com.br

A coluna Restaurant Man traz as principais notícias da semana 40  (2/10 a 8/10 de 2017), um resumo do que foi noticiado nos principais jornais e revistas e do que foi apurado por nossa equipe

 

Deixe uma resposta

Um balanço do Mondial de la Bierè

Publicidade
Publicidade
© 2017 Infood - Todos os direitos reservados