Nesta última semana, em duas conversas que tive no mercado, dois empreendedores de diferentes tipos de negócios revelaram que as vendas de novembro estão fracas.  Impactado pelos depoimentos, andei mais atento olhando para o movimento das casas pela cidade de São Paulo.

Não entenda isso como uma pesquisa. Não é minha intenção dizer que estou apresentando uma tendência. Prova disso é que passei por uma casa que foi inaugurada há dois meses e o movimento era muito grande na sexta-feira.

Vivemos no Brasil um momento de grande incerteza. Nestes momentos, o consumidor busca segurança e reduz o consumo. Isto é fato. Mas é nessa hora que devemos tomar ainda mais cuidado com as ações que criamos para aumentar nossas vendas.

Não existe uma receita para aumentar as vendas. É preciso reunir informações para buscar a melhor estratégia com o menor investimento.

Como vender mais leite?

Na minha carreira, aprendi que é mais fácil vender mais para um consumidor habitual, do que converter um novo consumidor. Este foi um aprendizado que tive lendo sobre uma das mais incríveis campanhas publicitárias: Got milk!  A campanha foi criada pela agência de publicidade Goodby Silverstein & Partners para os produtores de leite da California em 1993.

Lendo sobre ela, você descobrirá que até 1993, o foco das campanhas anteriores sempre foi de buscar novos consumidores para o leite e, ano a ano, o resultado de consumo mantinha-se inalterado.

Na campanha de 1993, a agência mudou a estratégia e decidiu investir para que o consumidor de leite passasse a tomar mais leite. Com a mudança na linha de comunicação, foi possível trabalhar fortalecendo o atual consumidor, e o foco diferente levou a investimentos em dicas de receitas que usam leite e até mesmo campanhas conjuntas com os fabricantes de sucrilhos.

É mais fácil vender mais para quem está comprando

Lembre-se: é mais fácil vender para quem já gosta do seu produto. Quando observar que o volume de clientes que entram no seu restaurante está sendo menor, procure uma forma de incentivar o consumo desse consumidor que está se mantendo fiel.

Trabalhe no aumento do tíquete médio, pois é o investimento mais barato que você pode fazer. Se não conseguir aumentar o valor da conta naquela visita, garanta que ele saiu satisfeito. Você pode oferecer um desconto para a próxima visita.

Cuidado com a ansiedade

Neste momento, diante do baixo movimento, é comum que se busque alternativas, mas muita gente sai atirando para todo o lado sem procurar entender qual é o motivo do baixo movimento.

Como você pode buscar informação? Procure conversar com seus concorrentes, se possível participe de associações de restaurantes do seu bairro. Na época dos grupos de whatsapp, procure estabelecer troca de informações de movimento. Ninguém precisa abrir números, podem falar apenas de percentual.

Mas acredite, eu já testemunhei empresários do setor conversando sobre o movimento de venda de uma praça de alimentação de um shopping em São Paulo, e os dois falaram em número de vendas mensal.

Se você conseguir mobilizar um grupo de casas numa mesma região, você estará criando um indicador poderoso, que vai ajudar na tomada de decisão.

Se, de fato, as vendas estão caindo no mercado, aqui vão 4 sugestões para você:

1. Avalie o seu marketing mix

Gosto muito da teoria do marketing mix, pois ela estabelece 4 pontos de cuidado. Ela fala de produto, preço, promoção e praça por uma simples razão. Estes são itens que estão ao seu alcance, que dependem do seu trabalho. São coisas que você pode mudar.

2. Converse com clientes fiéis

Se você tem cadastro de seus clientes, escolha 4 ou 5 e faça uma ligação pessoal. Explique que está fazendo uma pesquisa rápida. Você pode estimular o papo oferecendo uma sobremesa ou um desconto numa próxima visita.

Explore os motivos de não estarem voltando a consumir em sua casa, descubra se algo pode ter desagradado. Não transforme isto numa pesquisa, pois a base é pequena, mas veja se eles dizem que algo pode ser feito para trazê-los de volta.

3. Invista em promoção sempre

Mesmo sem dinheiro, você tem os canais das redes sociais. Use todos os recursos para chamar a atenção de seus clientes. Negocie vantagens com seus fornecedores e crie promoções. Procure estar presente no dia a dia de seus consumidores. Faça postagens constantes e procure incentivar as visitas, ações de duração curta, uma noite ou um fim de semana.

4. Nunca fique esperando

Sei que o movimento está baixo e, consequentemente, o faturamento também deve estar baixo. Porém, se você esperar uma mudança sem fazer nada, é certo que nada vai acontecer.

Crie novas ideias, trabalhe com criatividade e baixo investimento. Lembre-se dos produtores de leite da Califórnia e hoje, quando um cliente entrar na sua casa, trabalhe para que ele tenha a melhor experiência da sua vida. Lembre-se que alguém gastando no momento de crise em sua casa é a melhor propaganda que você pode criar.

Novidades

Bendito Café

Lucinéia Nunes escreveu no jornal Folha de São Paulo sobre a chegada no Bendito Café na cidade de São Paulo. O café abriu no mezanino da loja Fuchic. O espaço charmoso e colorido segue os moldes da matriz, há três anos na Aldeia da Serra.

Alameda Franca, 1167  – Jd. Paulista – São Paulo

facebook – https://www.facebook.com/benditocafejardins/

 

Para saber mais acesse o site do jornal – http://cultura.estadao.com.br/blogs/divirta-se/duas-novas-casas-na-cidade-para-um-cafe-sem-pressa-ou-um-almoco-rapido/

San Fran restaurante

Lucinéia Nunes escreveu no jornal Folha de São Paulo sobre a chegada do San Fran, um misto de café com steak house com opções de pratos rápidos e almoço, hambúrgueres e grelhados. Entre as receitas do chef Flávio Fraiha estão a torta de frango com recheio cremoso e a omelete recheada com queijo de cabra, muçarela e tomate cereja.

Rua Diogo Moreira, 169 – Pinheiros

facebook – https://www.facebook.com/sanfranrestaurante/

Para saber mais acesse o site do jornal – http://cultura.estadao.com.br/blogs/divirta-se/duas-novas-casas-na-cidade-para-um-cafe-sem-pressa-ou-um-almoco-rapido/

Chez Troisgros

O jornal O Globo noticiou que a nova casa do chef Claude Troisgros não se chamará mais Roanne e sim Chez Troisgros. Com abertura prevista para dezembro na rua Conde de Bernardotte, no Leblon. Este é o oitavo restaurante de Claude na cidade do Rio.

Notícias

Venda de vinho pela web cresce em ritmo forte

Matéria do jornal Valor Econômico mostra que as vendas de vinho pela internet e as importações crescem a um ritmo forte, em direção oposta ao mercado físico de vinhos nacionais,  que está encolhendo. O crescimento é explicado pelo grande número de varejistas on-line especializados em vinhos, mas também pelo fato de grandes redes de lojas físicas terem aumentado a oferta dessde tipo de bebida em seus sites.

Para continuar lendo, acesse o site do jornal: http://www1.valor.com.br/empresas/5185663/venda-de-vinho-pela-web-cresce-em-ritmo-forte

 Grupo Madero vai lançar uma terceira marca

Matéria do jornal Folha de São Paulo revelou que o grupo Madero, que já conta com 105 hamburguerias da marca Madero, e acabou de inaugurar a primeira casa da segunda marca Jeronimo, vai investir R$ 20 milhões em 10 unidades de uma terceira marca.  Para financiar a expansão, a companhia busca fundos que aportem R$ 400 milhões na empresa em troca de 15% de participação.

 

 

 

Reginaldo Andrade

randrade@infood.com.br

A coluna Restaurant Man traz as principais notícias da semana 45  (6/11 a 12/11 de 2017), um resumo do que foi noticiado nos principais jornais e revistas e do que foi apurado por nossa equipe

Deixe uma resposta

Chef Meia Noite, do Capim Santo: “Não escolhi a cozinha: ela que me chamou”

Publicidade
Publicidade

Para receber a newsletter Infood, digite seu e-mail no box abaixo e clique na seta.

© 2017 Infood - Todos os direitos reservados