Dia 13 de maio é o dia nacional do chef de cozinha, uma homenagem para profissionais que trabalham enquanto nos divertimos. Uma profissão muito antiga, a cozinha sempre encantou e atraiu o interesse de diversas pessoas. No momento em que a profissão do chef de cozinha ganha glamour, com a conquista de espaço nos programas de televisão, é fundamental avaliar se as novas gerações entendem tudo que está por trás dessa carreira.

  • Imagine acordar cedo todos os dias.
  • Passar boa parte do seu dia num pequeno espaço, com altas temperaturas, coordenando um grupo de profissionais em alta velocidade.
  • Produzir todos os dias a mesma receita, com os mesmo ingredientes, buscando o mesmo sabor.
  • Experimentar uma infinidade de pratos e produtos, muitos deles nem sempre tão agradáveis ao seu paladar.
  • Servir todos os dias uma quantidade incrível de pratos e terminar o dia muitas vezes sem comer nenhum.
  • Trabalhar todos os finais de semana e fazer suas refeições nos horários mais estranhos que alguém possa imaginar.

Às vezes me pergunto como isso pode despertar o interesse de jovens para a carreira. Mas, em todas as nossas entrevistas, seja com um doceiro, ou com um grande chef, sempre encontramos a palavra “paixão” em seus depoimentos. Nos dias de hoje, muita gente reuni os amigos para cozinhar em suas casas. Isto até se tornou uma tendência. Cremos que a motivação vem do compartilhar uma experiência única, gerando momentos felizes. Pensamos assim, pois boa parte das nossas memórias culinárias são de coisas incríveis que comemos ema nossa vida e, em muitos casos, elas estão sempre relacionadas a alguém muito especial que conhecemos.

Cozinhar para os outros é um ato de carinho, uma forma de amor. Cozinhar para os outros é colocar nossas receitas à disposição de todos. Junto com nossas receitas vão nossos gostos, preferências, nossa forma de comer, nossa forma de encarar a vida. Ser chef de cozinha é trabalhar para produzir um prato entre o divino e o perfeito, num curto espaço de tempo, por diversas vezes.

Não encontramos milionários entre os chefs de cozinha que entrevistamos. Eles estão sempre muito ocupados produzindo comida enquantos nós nos divertimos. Alguns até conseguiram abrir seus restaurantes e com o sucesso, conquistaram algum dinheiro. Mas o que dá prazer a estes chefs ainda é voltar para suas cozinhas e preparar uma nova receita.

Neste 13 de maio de 2015, nós da INFOOD só podemos expressar nossa admiração e dizer nosso muito obrigado!

Uma ideia sobre “Ser chef de cozinha é trabalhar para produzir um prato entre o divino e o perfeito”

Deixe uma resposta

Todo cozinheiro precisa saber fazer sobremesa ?

Publicidade
Publicidade
© 2017 Infood - Todos os direitos reservados