Tecnologia para restaurantes

A alta tecnologia está em praticamente todo lugar, e os restaurantes a estão incorporando da maneira mais rápida possível. Visando a maximização de sua eficiência ou em busca de fazer os clientes consumirem mais comida, os restaurantes estão se tornando tão preocupados com bancos de dados quanto com itens especiais do menu. As empresas temem ficar atrás de outros estabelecimentos que já utilizam esse recurso digital.

Mas será que a tecnologia para restaurantes é a resposta? Claro que, com ela, alguns benefícios surgirão, mas nem todo esforço funcionará em todos os lugares. Por exemplo, cadeias de fast-food podem achar que aplicativos para celular podem encorajar clientes a fazerem mais visitas, ainda que não seja claro como que tablets dentro da loja ajudariam um grupo cuja maior parte dos consumidores compram através do drive-thru.

O McDonald’s já testou os tablets nas mesas na Califórnia. Todavia, muitas empresas podem verificar que esse recurso funciona bem apenas em determinadas regiões.

O que mais importa é se a tecnologia de fato ajuda a atrair mais clientes e aumentar as vendas. Ou seja: se vale a pena o investimento.

Na rede norte-americana Chili’s, os tablets estão em todo lugar na área de refeição e no bar. Os dispositivos, de uma companhia chamada Ziosk, não possuem o menu completo. Eles têm apenas alguns itens, aperitivos e bebidas. Você também pode pedir por mais refis. Além disso, é possível ler o USA Today (jornal norte-americano), jogar alguns jogos para passar o tempo, e ter facilidades na hora de pagar.

Numa visita do “Yahoo Finance” ao estabelecimento, no entanto, verificou-se que o atendente constatou a necessidade do refil antes mesmo do pedido ser feito no tablet.

No caso do Chili’s, comprovou-se que a tecnologia ajuda em algumas áreas do serviço e, certamente, muitos clientes ficarão admirados com o seu uso. No entanto, essa ferramente ainda pode ser ignorada, já que funcionários ainda são grande parte de toda essa equação. Novamente: ainda é cedo, e isso poderia mudar ao longo do tempo.

A tecnologia é parte da nossa vida, e está crescendo nos estabelecimentos gastronômicos assim como em outros setores. No entanto, ela ainda está se desenvolvendo na parte de restaurantes. Por hora, a comida ainda tem que ser boa, o preço ainda tem que ser justo e o ser humano ainda é necessário. Ainda.

 Via Yahoo Finance

Deixe uma resposta

Como a tecnologia pode ser adaptada aos novos consumidores dos restaurantes

Publicidade
Publicidade

Para receber a newsletter Infood, digite seu e-mail no box abaixo e clique na seta.

© 2017 Infood - Todos os direitos reservados