Vários empresários e gestores de restaurantes cometem erros básicos no que diz respeito ao marketing, principalmente por não entenderem o quão profundo é esse conjunto de atividades e ferramentas. Vamos desbravar um pouco esse assunto e tentar fazer com que você perceba alguns pontos importantes para colocar em prática.

Sete erros:

  1. Definição limitada sobre o que é marketing

Infelizmente, muitos empresários ainda não possuem o entendimento correto do que é marketing e acabam associando-o única e exclusivamente à propaganda, e, em tempos de hoje, a postagens em redes sociais. Essa visão acaba prejudicando o gestor, pois faz com que ele não tenha profundidade em vários aspectos e ferramentas de marketing extremamente relevantes para o restaurante.

  1. Conceito e posicionamento da marca sem definição

Este é um erro muito comum. Vários donos de restaurante tratam suas marcas como “commodity”, importando-se apenas em vender e se perdendo completamente durante o caminho. Costumo dizer que se nem você sabe quem você é, é muito provável que o seu consumidor também não saiba. A ideia mirabolante é mais ou menos assim: iniciam a operação como bar, depois resolvem abrir um self-service no almoço, e por que não vender caranguejo na quinta? (já que estamos no Ceará), no sábado fazem aquela deliciosa feijoada e para fechar o domingo, nada como uma bela pizza. Parece brincadeira, mas já conheci vários nesse perfil.

  1. Falta de planejamento

Esse é um mal presente em vários negócios e em várias áreas; gasta-se muita energia para executar e quase nenhuma para planejar. Nesse caso, o empreendedor é totalmente consumido pela rotina e se torna incapaz de enxergar um palmo à sua frente. O marketing é uma área muito sensível a isso e, em terra onde tudo é para ontem, quem tem planejamento é rei.

  1. Falta de orçamento

Já ouvi bastante a frase: “Traga a ideia. Se for boa, eu vejo se tenho verba.” Isso pode até parecer algo legal, onde o empresário demonstra abertura para as ideias interessantes, mas do ponto de vista de planejamento, esse não é o melhor caminho, principalmente para lidar com parceiros e fornecedores envolvidos no processo (agência de publicidade, agências e analistas de performance digital, assessoria de imprensa, etc).

  1. Lançamento de produtos sem estratégia (preço, margem de lucro e campanha)

Não adianta ter a melhor campanha, o melhor anúncio, a melhor promoção, a melhor foto, milhares de likes no instagram, se o seu preço estiver errado e a conta não fechar. Assim como não adianta ter o melhor produto, a melhor margem e a melhor ficha técnica se o seu cliente não souber que ele existe e qual o valor desse produto para os consumidores e para a própria marca.

  1. Equipe desqualificada (trabalho realizado de forma amadora, esperando resultados profissionais)

Quem nunca se deparou com um sobrinho, cunhado, genro ou “menino da gráfica” que fez aquela belíssima campanha onde a modelo era a neta do dono? Pois é. Não tem nada de errado nisso, mas provavelmente também não tem muita coisa certa. Detalhe: a questão aqui não é quanto se pode pagar; é primeiro entender o que é gasto, o que é investimento, se sua marca não tem tanta importância ou se é um dos principais ativos do seu negócio.

  1. Pararam no tempo e espaço

Todos precisamos entender que as coisas mudam. Hoje em dia, cada vez mais rápido. O consumidor muda, novos hábitos surgem, a mídia dita novas influências e padrões e, diante disso, ainda temos restaurantes que não aceitam pagamento no cartão, que não estão presentes nas redes sociais e que pouco se importam com as restrições alimentares.

Sete dicas:

  1. Explore o Marketing

Marketing é um conjunto de atividades que visa entender e atender à necessidade do cliente. Esse sempre será o ponto de partida. Ciente disso, existem várias ferramentas que você pode aprofundar e utilizar no seu restaurante. Por exemplo: definição de persona, análise de 4P’s x 4C’s, estudo de curva ABC para uma melhor definição do seu cardápio, estruturação de um pós venda etc.

  1. Crie um conceito e estabeleça um posicionamento claro

Sua marca precisa ter uma identidade bem embasada. Defina a persona da sua marca, qual a forma dela se comunicar, como você gostaria que ela fosse percebida e, principalmente, desenvolva a capacidade de dizer não para tudo que distorce o posicionamento que você deseja para ela.

  1. Faça um planejamento

Pare tudo e planeje seus próximos passos. Faça um planejamento trimestral, semestral ou anual. Inclua suas principais campanhas, entenda seu calendário, estude o melhor momento para cada ação, promoção ou lançamento. Defina as datas de aprovação, execução e as metas. Inclua os responsáveis, converse com todos os envolvidos e mantenha esse documento o mais perto de você sempre!

  1. Defina um orçamento

Analise seus números e encontre valores justos e coerentes para o seu orçamento. Sente-se com os envolvidos e seja transparente, conduza-os para que eles elaborem um plano e apresentem a melhor forma de otimizar essa verba a fim de alcançar os objetivos pré-estabelecidos.

  1. Planeje e execute estrategicamente seus lançamentos

Estude bem seu cardápio, analise a concorrência, estabeleça a forma de entrada e de saída dos produtos sem que a marca seja maculada por um possível resultado insatisfatório nas vendas. Estabeleça suas metas e invista na sua campanha de ponta a ponta, desde seus colaboradores até seus clientes. Por fim, acredite, nem tudo o que você fizer vai bombar, mas só acerta quem tenta e quem tenta, erra. O planejamento ajuda a minimizar os efeitos desses erros.

  1. Selecione fornecedores capacitados

Procure fornecedores que tenham sinergia com seu negócio e em quem você confie. Peça referências, valorize as indicações e saiba que, por melhor que seja o fornecedor/parceiro, defina os indicadores de desempenho e acompanhe; eles gostam e necessitam de gestão.

  1. Esteja um passo à frente

Tire um tempo para sair da rotina. Tente visitar outros estabelecimentos que ofereçam experiências diferentes. Escute seus clientes, dê a cara à tapa, faça pós venda, perceba suas necessidades e trabalhe em cima disso antes que alguém faça primeiro do que você.

Quer saber mais sobre como podemos te ajudar nesse assunto?

Faça uma avaliação de desempenho do seu restaurante através de uma ferramenta online e gratuita em www.relpaceleradora.com.br

 

Texto: Jorge Lima

Jorge Lima é publicitário especializado em gestão empresarial. Esteve à frente da estratégia e planejamento  do fast food Azilados no Ceará por 10 anos, onde conseguiu emplacar vários cases de repercussão nacional e tornar a marcar uma “brand love” local. A casa tem uma forte operação do delivery, sendo uma das redes que mais faz entregas no mercado brasileiro, na frente de grandes marcas. Agora é um dos sócios fundadores da Relp! Aceleradora de Restaurantes e também lidera a Ow Brownie, indústria de brownies funcionais com foco no B2B e presente em 4 estados brasileiros.

One thought on “7 Erros e 7 Dicas de Marketing para Restaurantes”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Evvai cria gift card para experiência gastronômica completa

Publicidade
Publicidade

Para receber a newsletter Infood, digite seu e-mail no box abaixo e clique na seta.

© 2019 Infood - Todos os direitos reservados