Seu nome é Winston, mas todos o conhecem como Checho. Esse boliviano veio para o Brasil com seus pais aos 7 anos de idade. Atualmente é proprietário da Comedoria Gonzales, mas ele nunca imaginou que seria cozinheiro. Seu sonho era ser músico. Foi só no final da década de 90, já com 30 anos, que Checho Gonzales ingressou para gastronomia, e que a cozinha passou a fazer parte de sua profissão.

Trabalhou em vários restaurantes, e depois teve uma feirinha gastronômica que circulava por São Paulo.  Foi através dessa experiência que Checho acabou se aproximando do Mercado de Pinheiros, o que o levou a ter a oportunidade de abrir a Comedoria Gonzales ali dentro.

Em entrevista à Infood, Checho definiu a Comedoria como “um restaurante de comida rápida, com uma comida do dia a dia. Eu sempre digo que eu faço comida de imigrante. Obviamente é uma comida de influência, mas não é totalmente estrangeira.” O cardápio da casa é baseado em sanduíches, ceviches e assados.

O box no Mercado de Pinheiro da Comedoria do Gonzales

Segredo

O segredo do sucesso da Comedoria “é que você pode ser atendido rapidamente, sem nenhum tipo de burocracia, e os preços são acessíveis. O segredo é ser acessível”, explica o cozinheiro.

A casa segue um modelo de restaurante que tem uma estrutura enxuta, serviço reduzido, sem garçons, mas que mantém uma alta qualidade na comida servida. “Eu simplesmente optei por não ter serviço, pois eu tenho que falar a mesma linguagem do espaço onde estou. Afinal, eu estou num mercado público. Tudo o que eu fiz na Comedoria foi adaptando à realidade. Eu adaptei o formato da Comedoria à realidade do Mercado. Esse modelo reduz o custo.”

Cozinhar x Administrar

Checho não tem sócios: trabalha sozinho em seu restaurante. Algumas experiências anteriores que teve com sócios acionistas não foram boas, e ele optou, com esse aprendizado, por tocar o negócio sozinho. Quando perguntado se prefere administrar ou cozinhar, ele é categórico: “Eu gosto mesmo é de estar no fogão. Atualmente eu administro e cuido do financeiro da Comedoria, mas acho um trabalho monótono e chato. Porém, a administração é um mal necessário.

Formato Simples

Restaurantes com um formato mais simples, sem serviço, são para Checho uma tendência que não tem volta. “Acho que os grandes restaurantes devem fechar ou ficar cada vez mais indisponíveis, como antigamente.”

Mesmo assim ele afirma que tem saudade do modelo tradicional de serviço, com garçom. “Com certeza voltarei a ter um restaurante com esse formato de serviço.”  Inclusive, ao falar sobre seus planos para o futuro, o chef afirma estar em seus planos um novo restaurante: “Quero voltar a ter um restaurante com atendimento, mas num formato menos engessado, com uma linguagem mais moderna. É a revisão do serviço.  Para esse novo restaurante, pretendo fazer comidão, ou seja, uma comida que satisfaça. Eu não acredito em pratinho com pequena porção. Acredito que a comida tem que preencher o corpo e a alma.”

Dificuldades

Dentre as dificuldades para se empreender na área da gastronomia, Checho acredita que a falta de preparo de quem vai empreender é o grande complicador. “As pessoas acham que abrir um restaurante ou virar cozinheiro é fácil. Mas, como em qualquer negócio, é preciso se preparar. É importantíssimo saber cozinhar e saber administrar. A gastronomia envolve a culinária, mas envolve também todo o serviço.”

Futuro dos restaurantes

Haverá, de acordo com Checho, cada vez mais restaurantes de formatos diversos. “Antigamente existia um só formato engessado, mas agora a tendência é aparecer mais coisas diferentes, cada um com sua identidade. O mais legal é não ter um serviço unificado. Cada um tem que encontrar o seu querer, o seu objetivo, executá-lo. O que os clientes mais procuram é originalidade num restaurante.”

Conselho

Para quem pretende abrir um negócio, seu conselho é: “Estude! Não tenha a arrogância de menosprezar os outros, achando que é fácil entrar para a cozinha, pois não é fácil. Pouca gente, na verdade, tem capacidade. É preciso se preparar.

 

 

Comedoria Gonzales

Rua Pedro Cristi, 31/71 –  Pinheiros – São Paulo/SP
Tel. (11)  3813-8719
Mercado Municipal de Pinheiros – boxe 85
https://pt-br.facebook.com/comedoriagonzales/
https://www.instagram.com/comedoriagonzales/

 

Por Redação
Fotos: Divulgação

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como uma brigada de cozinha organizada pode trazer lucros e economia

Publicidade
Publicidade

Para receber a newsletter Infood, digite seu e-mail no box abaixo e clique na seta.

© 2018 Infood - Todos os direitos reservados