O chef Rodolfo de Santis abre as portas de seu novo endereço no Itaim. Depois de seu sucesso com o italiano Nino Cucina, do mediterrâneo Da Marino, da Salumeria, anexo ao Nino, dedicado a antepastos e embutidos de produção própria, o Giulietta será sua casa dedicada ao fogo.

No Giulietta, o foco principal não será a carne. Produtos do reino animal e também vegetal serão preparados na brasa, lenha e grelha.  As criações seguirão apenas uma regra: tudo deve passar pelo fogo.

Nas carnes, a proposta é trazer ao público um novo conceito, com cortes diferentes dos encontrados nas churrascarias e também servidos de novas formas. Cortes dianteiros ganharão espaço e algumas das proteínas revisitadas serão a vitella, pato e cordeiro. Os crus também terão destaque, como carpaccio e tartar defumado. 

Giulietta, novo restaurante de Rodolfo de Santis

Além delas, os legumes também serão tratados como pratos principais, seguindo à regra de preparo da casa. O fogo é um meio mais leve de comer. A escolha do nome feminino foi pensada para quebrar os paradigmas de que as carnes são preferência masculina e apenas destinadas às refeições diárias. 

A decoração do espaço ganha toque industrial, lembrando uma antiga fábrica, com 36 lugares e mesas na parte inferior e superior da casa.

A INFOOD conversou com o chef italiano Rodolfo de Santis sobre seu mais recente empreendimento.

INFOOD – Nos últimos 3 anos e meio, você abriu o Nino Cucina, a Salumeria, o Da  Marino e agora abre o Giulietta. Qual o segredo do sucesso?

RODOLFO DE SANTIS – Dedicação, equipe, focar em conceitos que ainda não existem no mercado e se diferenciar no produto. Hoje, as pessoas buscam um restaurante em São Paulo para relaxar. Então, é preciso procurar conceitos que consigam fazer o objetivo de deixar o cliente à vontade e ter um atendimento de excelência.

A decoração da casa tem um toque industrial, lembrando uma antiga fábrica

INFOOD – Como você define o Giulietta?

RODOLFO – Pode ser definido como nosso projeto de cozinha italiana, focado no fogo. Por lá teremos pratos tradicionais como o ossobuco, preparado no forno a lenha, e burrata com tomates queimados. O conceito é cozinha italiana com base em carne e legume, e como ingrediente principal o fogo.

INFOOD – De que forma você faz a precificação dos pratos? É possível ter lucro com preços justos e competitivos? Como?

RODOLFO – Nos anos em que estou em São Paulo, percebi que os restaurantes tinham margens erradas, não no preço final, mas na negociação. Falta atenção, de maneira geral, na qualidade e no preço dos produtos que vão para a cozinha. Por isso muitos restaurantes acabam com preços exorbitantes nos pratos. Mão de obra também é muito importante para a receita de um restaurante e, muitas vezes, esse preço é passado ao cliente. Nova York e Paris são bons exemplos onde temos lugares com alto ticket médio e lugares com ticket justo, e por aqui, senti falta disso. Todos meus negócios têm preço justo, mas ao mesmo tempo lucrativo.

INFOOD – A proximidade de todas as suas casas facilita o comando das operações?

RODOLFO – A proximidade é mais uma questão de atender ao cliente. Nosso objetivo é ter todas as opções na mesma rua. Também me ajuda a poder estar em todos as casas todos os dias, além de ajudar o cliente a frequentar uma rua que seja um ponto de referência de variedade.

Chef Rodolfo de Santis

INFOOD – Você está há 9 anos no Brasil. Qual seu maior aprendizado em relação aos negócios de gastronomia por aqui?

RODOLFO – Um aprendizado foi o amadurecimento empresarial. Há 5 anos, eu cuidava apenas da cozinha. Hoje, cuido também da parte administrativa do negócio. Lido com assuntos de escritório até a parte operacional do salão, estoque, manutenção. Acho importante centralizar as operações. Acredito que todos os donos de restaurante devem se dedicar 100%. Estar por dentro de tudo o que acontece é o segredo do sucesso.

INFOOD – Comida italiana, pescados, embutidos, carne…o que mais vem por aí? Quais são os próximos planos?

RODOLFO – Esse ano ainda, pretendemos nos dedicar muito a novos projetos, mas não temos ainda nada muito definido. Nosso sonho é continuar sempre tendo ofertas novas para nossos clientes.

O restaurante será dedicado ao fogo

Giulietta

R. Jerônimo da Veiga, 36 – Jardim Europa – São Paulo/SP
Tel.(11) 3368-6863
www.instagram.com/giulietta.fogo

facebook –
https://www.facebook.com/Giulietta-Fogo-Vino-1807128679617193/

Por Redação
Fotos: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Para receber a newsletter Infood, digite seu e-mail no box abaixo e clique na seta.

© 2019 Infood - Todos os direitos reservados