A Hamburgueria Jeronimo teve sua primeira loja inaugurada no final de outubro, em Curitiba, no shopping Estação. Do mesmo grupo Madero, do chef Junior Durski, a rede tem um conceito de fast casual. Traz um cardápio mais enxuto, produtos mais rápidos, sem atendimento de mesa, e um ticket médio mais baixo, com preço 45% inferior às lojas do Madero. Mas tudo isso sem deixar de ter um ambiente agradável.

Os números do Grupo Madero impressionam pela forte expansão. A rede está fechando 2017 com 107 novos restaurantes em 53 cidades de 14 estados brasileiros. As lojas estão mais concentradas nas regiões sul e sudeste, mas a seqüência do processo de expansão deve ampliar a presença nacional da rede.

A estimativa do grupo é fechar 2017 com R$ 700 milhões de faturamento e R$ 130 milhões de ebtida. Um resultado em comparação ao ano passado de crescimento de 60% nas vendas, algo bem acima da média do setor em um ano tão complexo como foi 2017.

Além da hamburgueria Jeronimo, que planeja uma expansão para 20 lojas por todo o país até o fim do próximo ano, o grupo também já anunciou o lançamento de uma terceira marca em 2018. Esta terceira operação será uma casa com cardápios de maior valor que Madero e Jeronimo. A Infood conversou com Rafael Mello, diretor de operações do Grupo Madero, a respeito dessa nova operação do Grupo.

A primeira loja da marca Jeronimo em Curitiba

INFOOD – Qual é o conceito da marca Jeronimo?

RAFAEL MELLO – O Jeronimo segue o conceito do fast casual. Tem um ambiente agradável, com cardápio mais enxuto, produtos rápidos, sem atendimento de mesa, e ticket médio mais baixo. Já o Madero é um casual dining, que tem um atendimento de mesa, cardápio completo.

Na Jeronimo nosso hambúrguer é entregue em 3 a 4 minutos. É um produto ágil, com muita tecnologia, totem de auto atendimento. Uma casa bem focado nessa nova geração dos millennials.

Smash Burger, carro chefe da rede, é feito na chapa com hambúrguer de 130 gramas

INFOOD – Explique o que é o conceito de Smash Burger

RAFAEL MELLO – Nessa linha do fast casual, além do ambiente diferenciado, é um produto de altíssima qualidade. É um produto padrão Madero, mas com um ticket médio mais baixo. O Smash Burger, diferentemente do Madero, que tem um hambúrguer grelhado na hora, em fogo, e por isso demora um pouco mais, e é um produto mais artesanal, o Smash Burger é feito na chapa. O hambúrguer é esmagado na chapa – daí a terminologia do ‘smash’, o que dá uma qualidade muito alta para o produto, porque ele dá uma selada na carne, e ao mesmo tempo aumenta a velocidade de cocção para a preparação do hambúrguer. É por isso que se consegue fazer a entrega do produto bem mais rápido, e com altíssima qualidade.

INFOOD – Como é o cardápio da Jeronimo?

RAFAEL MELLO – O cardápio é enxuto, rápido, dinâmico. O pilar do nosso cardápio é o hamburguer, cheesburger, o Double, o bacon e o Double bacon, o vegetariano e um cheese chicken, que não é hambúrguer de frango, mas o peito de frango que também é selado e esmagado na chapa. Temos também algumas saladas.

INFOOD – Como diferenciar a hamburgueria Jeronimo do Madero Container?  Há algum cuidado do grupo em relação a isso?

RAFAEL MELLO – O Madero Container está na linha do fast casual também. Porém, o Madero Container segue as mesmas características do Madero, com um cardápio mais enxuto. Mas é o mesmo hambúrguer, o mesmo pão crocante assado na hora. Já no Jerônimo temos um pão macio, feito por nós também, mas é um pão mais rápido. O grande diferencial é o ambiente, tecnologia agregada, com totem de auto atendimento, aplicativo. Tem muitas ferramentas para o cliente fazer a sua compra. O smash burger na chapa e um tíquete médio mais baixo.

INFOOD – Hoje há inúmeras hamburguerias em todas as equinas do país. Qual a diferencial da Jeronimo?

RAFAEL MELLO – O nosso grande diferencial é a qualidade, a forma de preparação. Nós temos um hambúrguer de 130 gramas. Há outras hamburguerias que fazem hambúrgueres bem menores. Nosso hambúrguer é carne pura, com apenas 15% de gordura, o que traz mais qualidade e saudabilidade para o nosso produto.

As lojas exigem investimentos de R$ 2,5 a R$ 3 milhões

INFOOD – Qual é o conceito de preços da hamburgueria Jeronimo?

RAFAEL MELLO – O valor do tíquete médio do Jerônimo é de R$ 30, com hambúrguer, batata e bebida. Só o hambúrguer sai por R$ 19.

INFOOD – Foi aberta um loja Jeronimo em Curitiba, e já há previsão de abertura de uma em Brasília e outra em Porto Alegre, e mais duas em Curitiba ainda esse ano, certo?  Como vocês planejam a expansão da rede?

RAFAEL MELLO – Brasília e Porto Alegre já estão em obras e devem ser inauguradas no começo de 2018. Em nosso business plan, temos já desenhado para 2018 a abertura de 20 operações. Estamos em negociações em vários shoppings de diversas praças, inclusive Rio de Janeiro e São Paulo.

A expansão vai seguir o mesmo conceito que trabalhamos no Madero. Nós não franqueamos. Antigamente nós franqueávamos, mas paramos, e inclusive recompramos grande parte das franquias. Nosso perfil são operações próprias, por vários motivos. Primeiro que a gente é super verticalizado, centralizamos tudo na nossa matriz. E também porque dá muito mais qualidade. O franqueado, infelizmente, nem sempre tem know how e vem desse mercado. Às vezes ele vem só como investidor, e acaba não entendendo muito esse nosso conceito. Aí, perde-se na qualidade. E a nossa maior preocupação é a qualidade na entrega do produto final para o cliente.

Detalhe do projeto da primeira loja

INFOOD – As novas lojas serão todas dentro de shopings?

RAFAEL MELLO – Iremos abrir algumas de rua. Temos até um projeto do Jeronimo Container também, que poderá ser aberto em ruas e até em estradas. Mas o nosso grande foco são os shoppings, por todo o fluxo que ele já tem, a segurança que ele proporciona. Enfim, nosso projeto casa bem com o shopping.

INFOOD – Qual o valor investido nessa primeira loja do Jeronimo, e qual a previsão de retorno desse valor?

RAFAEL MELLO – O investimento na Jeronimo está em torno de 2,5 milhões a 3 milhões, com um payback de 12 a 24 meses, dependendo da região.

Totem de autoatendimento

INFOOD – No Jeronimo, há a possibilidade de fazer o pedido via totem. Como tem sido a adesão dos clientes a esse tipo de atendimento?

RAFAEL MELLO – A adesão tem sido total. Ficamos até surpresos com isso. Nosso totem é um grande diferencial. Nunca vi nada igual no mercado brasileiro. Apesar de ficarmos um pouco de receio, a adesão foi fantástica. Cerca de 90% dos nossos clientes estão aderindo ao totem. Só temos um caixa na operação, e ele está sempre vazio. O totem é muito instrutivo, fácil de usar, rápido. Foi uma surpresa para nós. E olha que nós tínhamos alguns números de mercado que diziam que a adesão seria de 50%.

Foi desenvolvimento próprio, em parceria com a Goomer, que é uma empresa do mercado que desenvolve algumas ferramentas. Fizemos uma parceria com eles. Desenvolvemos a 4 mãos, junto com eles.

Da esquerda para direita Rafael Mello, Junior Durski e Giuglio Munaretto

Veja como funciona o Totem da Jeronimo:

 

Hamburgueria Jeronimo

Av. Sete de Setembro, 2775 – Shopping Estação – Rebouças – Curitiba
http://jeronimoburger.com.br/
https://www.facebook.com/jeronimoburger/
https://www.instagram.com/jeronimoburger/

 

 

 

Por Redação

Fotos: Gerson Lima

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como uma brigada de cozinha organizada pode trazer lucros e economia

Publicidade
Publicidade

Para receber a newsletter Infood, digite seu e-mail no box abaixo e clique na seta.

© 2018 Infood - Todos os direitos reservados