A coxinha é o salgado preferido dos paulistanos. Da tradicional de galinha às versões mais gourmets, como coxinha de pato, de tudo já foi inventado, mas faltava ainda uma versão para comer sem culpa. Pensando nisso, a Lilóri Pães e Doces, dos Jardins, lança uma coxinha saudável (R$ 14, a unidade de 150 g), sem uso de gordura, sem farinha branca e sem fritura. Seguindo a filosofia da padaria, a exemplo de todo o seu menu e produtos do empório, a coxinha não contém glúten, lácteos, conservantes ou corantes. Ela é assada, feita com frango orgânico e recheio de batata doce. Promete se tornar um hit também entre os adeptos da malhação e do estilo de vida saudável.

Ao contrário das versões tradicionais, que podem chegar até a 350 calorias (por unidade de 50g), a coxinha da Lilóri tem apenas 209 calorias (por 150g) e inúmeros benefícios nutricionais: 7,5 gramas de proteínas e 4g de fibras. O maior problema das versões tradicionais é a massa feita de carboidratos densos como a batata e a farinha de trigo. Além disso, o salgado é frito, o que acaba acarretando ainda mais calorias. Uma coxinha grande tradicional pode conter a quantidade de carboidratos necessários para um dia inteiro.

Rica em fibras e com baixo índice glicêmico, o segredo da coxinha criada pelo chef Alexandre Praxedes, da Lilóri, está na massa. Ela é feita de batata doce com recheio de frango orgânico, o que confere muito mais sabor. Contém, ainda, biomassa de banana verde, linhaça e chia, resultando em uma coxinha cremosa, suculenta e crocante. A batata doce tem grande potencial anti-inflamatório por causa da sua concentração de nutrientes. Rico em betacaroteno, vitaminas A e do complexo B, cálcio, zinco e magnésio, é um alimento de baixo índice glicêmico, sendo digerido mais lentamente pelo organismo, o que gera a sensação de saciedade por mais tempo. A coxinha da Lilóri é rica em fibras que melhoram o funcionamento do intestino e passam a eliminar as toxinas com mais regularidade. A linhaça possui os mesmos benefícios da chia, rica em ômegas 3 e 6, fibras e proteínas e sais minerais como ferro, cálcio, zinco e potássio. A linhaça ainda é fonte de vitamina E e lignana, uma substância com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, responsável por amenizar os sintomas da TPM e da menopausa.

“O segredo nutricional desta versão de coxinha está, sobretudo, na sua combinação: rica em fibras, baixo índice glicêmico e baixo teor de gorduras. Além disso, leva biomassa de banana verde, ingrediente utilizado em alguns dos nosso produtos. Considerada uma espécie de remédio natural, ela é um prebiótico, capaz de melhorar a imunidade, trazer saciedade, ativar a serotonina e regular o intestino, fazendo-o funcionar como um relógio”, explica Danielle Moregula, nutricionista da Lilóri Pães e Doces.

Opções para agradar a pessoas com intolerância a glúten, proteínas do leite e/ou lactose ou quem simplesmente está de olho na dieta. Agora os paulistanos têm um motivo a mais para amar a coxinha: unir sabor e saúde.

 

Serviço:
Lilóri Pães e Doces
www.lilori.com.br
Rua Peixoto Gomide, 1486
CEP 01409-003 – Jardins – São Paulo – SP
Tel. 11 3068-8061

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Para receber a newsletter Infood, digite seu e-mail no box abaixo e clique na seta.

© 2019 Infood - Todos os direitos reservados